Olá,

O polêmico “Leaving Neverland”, que traz depoimentos de duas pessoas que supostamente foram abusadas quando crianças por Michael Jackson, garantiu bons índices de audiência para a HBO. O filme se tornou o terceiro documentário exibido pela emissora mais visto desta década nos EUA.

O longa de quatro horas foi visto no domingo (03/03/19) e segunda-feira (04/03/19). Quase 1 milhão e 300 mil americanos sintonizaram na emissora para assistir a parte um do programa. Isso significa que ele ficou atrás apenas do documentário que mostrou os bastidores da Cientologia (1 milhão e 700 mil) e outro que enfocou as atrizes Debbie Reynolds e sua filha Carrie Fischer (1 milhão e 600 mil). A audiência conseguida pela parte dois ainda não foi revelada.

Para se comparar, normalmente os documentários exibidos na segunda-feira pelo canal costumam ser vistos por 187 mil pessoas, e isso no caso de uma estreia.

O filme também está causando danos à imagem pública do cantor morto em 2009 aos 50 anos. Uma série de rádios, em diversos países estão parando de tocar as músicas do cantor. São emissoras do Canadá, Noruega, Nova Zelândia e Holanda. No Reino Unido, a BBC2 estaria discretamente retirando as canções do artista de sua programação, mas sem assumir publicamente um boicote.

“Leaving Neverland” poderá ser visto em breve no Brasil. A HBO o mostrará nos dias 16 e 17 de março sempre às 20 horas.

O fato é que muitas outras irão assistir.

Lyllyan

Fonte: Vagalume