Olá,

Conrad Murray está convencido de que ele tem o que é preciso para seguir os passos do grande Rei do Pop, o qual ele foi responsável pela morte do cantor, diz o ex-segurança do médico demente.

Dr. Conrad Murray

O médico assassino de Michael Jackson quer ir do presidiário para os palcos.

"Ele está trabalhando na reconstrução de sua carreira no campo da medicina e forjar uma carreira no entretenimento", Adams (foto) disse

 Jeff Adams

“Murray acha que pode ser um cantor no futuro”, disse Jeff Adams para o Daily News.

Ele perdeu o enredo. Ele precisa se preocupar em proteger sua vida antes de obter um contrato de gravação. “

Murray, que entrou com uma petição judicial visando obter sua licença médica de volta e vê grandes cifrões em seu futuro, disse Adams.

“Ele está trabalhando na reconstrução de sua carreira no campo da medicina e forjar uma carreira no entretenimento”, disse Adams, lembrando que o médico também está escrevendo um livro sobre seu relacionamento com Michael Jackson. “Ele está oferecendo as editoras e espera sete repostas. As pessoas têm dito a ele que não querer se quer ler o livro, mas ele está usando Michael para tentar ganhar dinheiro.”

Essas são apenas algumas das muitas fantasias ilusórias de Murray, de acordo com Adams. O ex-médico também acredita que ele vai se reconectar com os filhos de Michael Jackson Prince, Paris e Blanket.

“Murray acha que Michael iria querer que ele cuidasse de seus filhos”, disse Adams“Ele perdeu a cabeça e está passando por um colapso. Paris e Prince somente  o culpam pela morte de seu pai.” 

“É muito triste porque ele está causando mais problemas para a filha de Michael. Ele está iludido e pensa que eles são próximos assim como eram antes da morte do Michael. Ele se recusa a aceitar que os filhos de Michael não querem nada com ele. Eles pediram para ele deixar o país, mas ele está em negação “.

O advogado de Murray, Valerie Wass, rejeitou as alegações de Adams como sendo infundadas.

“As declarações do Sr. Adams parece ser uma tentativa de ganhar a atenção da mídia”, disse Wass“Que eu saiba, o Sr. Adams não teve nenhum contato com o Sr. Murray durante seu encarceramento.”

Adams disse que passou mais de dois anos trabalhando como guarda-costas pessoal de Murray na sequência da morte de Michael Jackson.

Adams disse que passou mais de dois anos trabalhando como guarda-costas pessoal de Murray na sequência da morte de Michael Jackson. Durante esse tempo, Murray não expressou nenhuma vez remorso pela morte de Michael Jackson ou pediu desculpas à família dele, disse Adams“Ao longo de todo esse tempo, ele nunca disse ‘eu lamento’ aos filhos ou a avó deles por suas ações – e eu acho que ele nunca dirá”, disse Adams.

“Ele não escreveu uma carta ou bilhete, o que eu achei estranho também. Ele se afundou nos próprios problemas dele e não parou para pensar no que as crianças estavam passando. Murray realmente acha que ele é a vítima nessa história”.

Adams disse que acredita que Murray deve arquivar seus sonhos de montar um retorno nos EUA e, em vez deixar o país por causa de sua segurança. “Murray deve sair da prisão e deixar a América imediatamente. Peço-lhe para sair e voltar para Trinidad “, disse Adams.

“Murray não tem nenhum conceito ou a compreensão da gravidade do seu crime ou como o público o vê. . . . Há um monte de fãs e criminosos que não veem a hora e ter o prestígio de matá-lo. “

“Michael Jackson queria que ele cuidasse de seus filhos”… Está frase é um absurdo e um afronta a nossa inteligência…

E além disto ele quer se transformar em escritor e também cantor? Sinceramente, é muito para minha cabeça.

Lyllyan

Fonte: NY Daily News