Olá,

Cinco dias antes da morte de Michael Jackson, principal executivo da AEG Live descreveu o Dr. Conrad Murray como “totalmente imparcial e ético” em um e-mail.

Margaret Carrero, da KNX 1070 conseguiu relatórios do que o CEO da AEG Live disse no tribunal nesta segunda-feira, 10/06/13,  que foi uma “situação altamente carregada” cinco dias antes de Michael Jackson morrer.

Randy Phillips fez a confissão sob questionamento da liderança do advogada da família Jackson, Brian Panish no processo por homicídio culposo movido pela mãe do cantor.

O advogado dos Jackson mostrou um sobre o diretor de “This Is It”, Kenny Ortega,  no qual ele disse que a condição física e mental do cantor estavam se deteriorando, e levantou preocupações sobre sua saúde debilitada e suas ausências nos ensaios.

Panish apresentou provas em e-mails trocados entre o CEO e Ortega dizendo “por favor, fique estável” e elogiou o Dr. Conrad Murray.

“Tive uma longa conversa com o Dr. Murray, e eu estou ganhando imenso respeito, por que eu consegui lidar melhor com ele”, disse o e-mail. “Ele disse que Michael não está só fisicamente preparado para realizar (mas) que desencorajar ele irá acelerar o seu declínio em vez de parar.”

“Esse médico é extremamente bem sucedido (vamos verificar com todos por fora) e não precisa desse show que ele é totalmente imparcial e ético”, o e-mail passou a dizer.

Perguntado por Panish por que ele disse que o Dr. Conrad Murray foi totalmente imparcial e ético, Phillips declarou que se sentia assim na época, e fez suposições ao fazer a afirmação de que ele aprendeu mais tarde que não eram verdadeiras.

Phillips disse que convocou uma reunião com Michael Jackson e Dr. Conrad Murray para determinar se o problema era físico ou psicológico, mas chegou a dizer que Murray lhe assegurou que não havia nada de errado e que ele iria se certificar de que Michael estava focado nos ensaios.

“Você não pode imaginar o dano e as ramificações de parar o show agora”, diz o e-mail de Phillips para Ortega. “Teríamos que superar este show pela sétima vez.”

Michael Jackson morreu cinco dias após o e-mail ser enviado.

O depoimento do Phillips continua nesta terça-feira, 110613.

Para ouvir o aúdio, clique aqui:

Quer dizer que o Dr. Conrad Murray era “totalmente imparcial e ético”? Isto sugere várias interpretações principalmente com a afirmação de ser “totalmente imparcial”, ou pode levar a entender que ele pouco se importava com a saúde de Michael se estava bem ou mal, o importante era ele receber o salário no final.

Lyllyan

Fonte: CBS Los Angeles