Archive for the ‘ Facebook & Whatsapp ’ Category

Fraude do FGTS atinge 5 milhões de pessoas


Olá,

Cinco milhões de beneficiários já caíram no golpe que circula desde maio no WhatsApp. A fraude promete a possibilidade de consultar o saldo e resgatar do Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS). De acordo com a empresa de consultoria de segurança mobile Psaf, os trabalhadores clicaram no link falso que receberam, mas nem todos tiveram os dados pessoais vazados ou os recursos retirados.

Fraude do FGTS atinge 5 milhões de pessoas: A orientação aos trabalhadores que cairam na fraude é procurar a Caixa imediatamente

Continue lendo

Anúncios

5 motivos que podem levar o WhatsApp a bloquear sua conta


Olá,

O WhatsApp pode, sim, suspender contas sem aviso prévio. Esses bloqueios ocorrem após o aplicativo verificar que o comportamento do usuário violou os Termos de Serviço da companhia, mais especificamente o capítulo Uso aceitável de nossos serviços.

5 motivos que podem levar o WhatsApp a bloquear sua conta

Continue lendo

Não caia no golpe do WhatsApp que oferece um ano de Netflix


Olá,

Um golpe que oferece uma falsa promoção de um ano na Netflix está se espalhando rapidamente pelo WhatsApp. Não caia nessa!

O golpe é disseminado majoritariamente pelo mensageiro e foram muitos os relatos de recebimento da mensagem de contatos conhecidos nos últimos dias. Basicamente, o texto diz que a “Netflix está dando 1 ano de assinatura grátis”, acompanhado de um link.

Continue lendo

É boato: WhatsApp não sairá do ar hoje (nem amanhã) ou começará a ser cobrado


Olá,

Nos últimos dias, principalmente após a queda do Whatsapp na quarta-feira, ganhou força uma série de boatos a respeito do aplicativo. A maior parte deles é compartilhado por meio do próprio app e “informa” que ele passará a ser pago ou sairá do ar por “medida judicial”.

É boato: WhatsApp não sairá do ar hoje (nem amanhã) ou começará a ser cobrado

© Fornecido por Entre Aspas Comunicação Ltda É boato: WhatsApp não sairá do ar hoje (nem amanhã) ou começará a ser cobrado

O texto e a forma do boato variam bastante: pode ser desde uma figurinha simulando de forma rudimentar um portal de notícias até um texto alarmista. Ambos, com conteúdo sem pé nem cabeça, como os reproduzidos abaixo.

Continue lendo

‘Assassino do Facebook’ se suicida após perseguição policial


Olá,

A polícia da Pensilvânia anunciou nesta terça-feira que Steve Stephens, apelidado de assassino do Facebook se suicidou após ser encurralado por carros da polícia local na localidade de Erie. Autoridades de vários Estados dos EUA participavam desde o domingo da caçada a Stephens, que  transmitiu ao vivo pelo Facebook  um vídeo no qual matava friamente um idoso de Cleveland (Ohio), e depois anunciou a intenção de continuar cometendo assassinatos por causa de uma desilusão amorosa.

Steve Stephens, em uma foto divulgada pela polícia dos EUA.

“Agentes da polícia estadual da Pensilvânia foram alertados sobre a presença do veículo do suspeito no estacionamento de um McDonald’s. As patrulhas foram ao local, e iniciou-se uma breve perseguição. O carro parou e, quando os agentes se aproximaram, Stephens tirou a própria vida”, informou em entrevista coletiva o chefe da polícia de Cleveland, Calvin Williams, que liderou a investigação.

Continue lendo

Clonar o WhatsApp alheio? Cuidado com o novo golpe da praça


Olá,

O golpe da vez no WhatsApp envolve a falsa promessa de clonar uma conta alheia –para aqueles que estejam desconfiando dos amigos e cônjuges, talvez? O truque foi revelado no blog da empresa de segurança digital Eset.

Golpe que promete clonagem de WhatsApp

Os fraudadores apresentam vídeos explicativos sobre a realização da clonagem. Ao final, em vez de realizar a clonagem, a vítima acaba inscrita em um serviço de SMS Premium, tendo seus créditos do celular descontados sem consentimento.

Continue lendo

Facebook vira zona de caça a caloteiros


Olá,

É difícil encontrar quem não tenha visto nos jornais ou na televisão alguma reprodução das fotos da jornalista Claudia Cruz, a mulher do ex-deputado federal Eduardo Cunha, postadas no Facebook e que delatavam as viagens internacionais do casal, regadas a gastos milionários com o cartão de crédito, e que levaram procuradores da Lava Jato a associar as viagens a contas na Suíça.

As

Por mais que pareçam ostentação, as “delações” espontâneas pelas redes sociais parecem ter virado febre e não se restringem ao mundo da política ou dos famosos. Elas têm sido um dos pontos de partida para investigadores privados correrem atrás do patrimônio oculto de caloteiros, que sumiram com seus bens para evitar pagar empréstimos que pegaram nos bancos.

Continue lendo