Olá,

Dada as últimas determinações de segurança contra covid-19 adotadas pelos organizadores do festival Lollapalooza, que acontece em São Paulo entre 25 e 27 de março, o presidente Jair Bolsonaro (PL) não poderá participar do evento.

Mas você, caro amigo leitor, deve estar se perguntando por qual motivo? Bom, fique ligado você também para não acabar de fora do evento por negacionismo.

A questão é que o Lollapalooza Brasil anunciou, nesta quinta-feira, 17, as medidas de segurança que vai adotar para evitar o contágio por covid-19 e dentre elas estão:

  • Exigência obrigatória do comprovante de vacinação (físico ou virtual) com, no mínimo, as duas doses da vacina contra a Covid-19.
  • Uso de máscaras dentro do evento, durante os shows

Para quem ainda não entendeu porque isso deixa Bolsonaro de fora do evento, vamos lembrar. O presidente colocou um sigilo de 100 anos na sua carteira de vacinação. Bom, e uso de máscaras ele não curte muito e não faz muito. Só quando vai pra outros países, mesmo. Recentemente, para entrar na Rússia, ele usou máscara e ainda levou teste negativo de covid, um exemplo que ele não dá por aqui.

Voltando ao mais importante, aqui, o Lollapalooza informou que a retirada da máscara só será permitida para o consumo de alimentos e bebidas. Além disso, serão disponibilizados pontos de álcool em gel nas dependências do Autódromo de Interlagos, onde o evento acontecerá.

O Lollapalooza está seguindo as recomendações do Governo do Estado de São Paulo e do Município de São Paulo, referentes aos protocolos de segurança contra a COVID-19 e reforçou: “Mais uma vez, reforçamos a importância de todos estarem com o esquema vacinal completo de acordo com o calendário de vacinação do Município de São Paulo”.

Se tem uma coisa que não consigo acreditar é que Bolsonoro não tomou a vacina. Ele só não confirma para não dar crédito para Dória.

Não sei quem é pior Bolsonaro ou Dória.