Olá,

Uma clínica de reabilitação para dependentes químicos foi interditada em Pindamonhangaba, interior de São Paulo, na última quarta-feira, dia 04/08/2021. De acordo com o Ministério Público, em informações ao G1, o local era investigado por tortura e internação forçada. Na ação, 46 pessoas foram encontradas em cárcere privado, incluindo o ator Sérgio Hondjakoff, eternizado pelo papel de Cabeção, na novela “Malhação”, da TV Globo.

O artista divulgou um vídeo nas redes sociais dizendo que não estava na clínica de reabilitação, mas o G1 confirmou que o nome completo do ator, incluindo a filiação, consta no boletim de ocorrência registrado sobre o caso na Polícia Civil.

“Oi, pessoal. Boa tarde. Vim desmentir mais um boato que saiu na internet dizendo que eu estaria internado em uma clínica, em cárcere privado. Estou em Resende com a minha mãe, curtindo essas férias de inverno. Estou mais perto da minha avó, que já está velhinha, e da minha tia. Estou com muita saudade de vocês. Quando essa pandemia passar, espero revê-los na telinha, nos telões… Estamos juntos”, disse o ator.

O boletim de ocorrência que o G1 teve acesso diz que o ator, de 36 anos, foi até a delegacia após a operação conjunta entre MP e Polícia Civil. Os agentes entraram em contato com a família do carioca e disse que ele ficaria sob cuidados da assistência social da prefeitura de Pindamonhangaba até a chegada de familiares.

A última postagem de Sérgio Hondjakoff, antes da divulgação do caso, foi feita no dia 10 de maio, com uma mensagem de parabenização a Cauã Reymond. No post, estava uma foto dos dois juntos na época de “Malhação”.

Ele tinha tudo para ter uma carreira de muito sucesso, mas seguiu o caminho errado.

Fonte: Yahoo