Olá,

Criado a partir do legado do Jackson 5, o The Jacksons tem uma história gigante.

The Jacksons ganha versão expandida digital de discos clássicos

Liderado por Michael Jackson e formado por todos os seus irmãos, o grupo surgiu em 1975 depois de um desentendimento com a gravadora Motown, que até então tinha ficado responsável pelo catálogo da família talentosa.

Houve muita insatisfação quando os Jacksons descobriram que estavam recebendo apenas 2,8% dos royalties que tinham direito e, somando-se a isso a ausência de liberdade criativa e a queda nas vendas do Jackson 5, uma mudança de ares era algo realmente inevitável.

Isso aconteceu com a troca de gravadoras e a família assinou com a Epic, que lhes ofereceu uma taxa de pagamento de 20% dos royalties mas, inicialmente, não correspondeu no que diz respeito à liberdade criativa. Por isso, a mudança de nome e o disco autointitulado de estreia acabou não tendo tanto sucesso para além dos singles “Enjoy Yourself” e “Show You the Way to Go”.

O sucessor, Goin’ Places (1977), acabou fracassando ainda mais. Mas os desejos foram finalmente cumpridos no disco seguinte e — de contrato renovado — o The Jacksons mostrou toda sua capacidade em Destiny, que chegou em 1978 e produziu enormes sucessos como “Shake Your Body (Down to the Ground)” e “Blame It On the Boogie”.

A partir daí, a banda retomou seu caminho com plenitude e Triumph (1980) já chegou como clássico, mostrando de vez a maturidade que havia sido conquistada depois de anos com o Jackson 5.

Entretanto, os dois últimos trabalhos, Victory (1984) e 2300 Jackson Street (1989), acabaram coincidindo com a explosão da carreira solo de Michael e estão entre algumas das obras mais subestimadas com o envolvimento do Rei do Pop.

Reedição do catálogo do The Jacksons

Mas ainda há tempo de reverter esse cenário e dar o devido valor às composições da família Jackson!

Um novo projeto da Epic em parceria com a Legacy Recordings, divisão de catálogo da Sony Music, está trazendo reedições de álbuns do grupo com direito a faixas bônus e, recentemente, a segunda e última onda de lançamentos foi ao ar.

Trata-se justamente desses três últimos discos, e entre as novidades está um remix imperdível e empolgante de “Can You Feel It” assinado pelo produtor Greg Curtis. A nova versão conta com trechos de discursos de Martin Luther King Barack Obama, reforçando a importância social e cultural da banda.

Você pode saber mais sobre esse lançamento clicando aqui e, abaixo, pode conferir todas as reedições dos álbuns — inclusive dos três primeiros, que chegaram em Fevereiro.

Lyllyan

Fonte: Tenho Mais Discos que Amigos