Olá,

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) usa as redes sociais nesta quarta-feira, 27, para defender o gasto do governo federal de R$ 15 milhões apenas com latas de leite condensado, entre outros itens como bombons e chiclete.

O filho de Bolsonaro afirmou que “o item [leite condensado] é um produto calórico indicado a quem faz muitas atividades físicas e serve de base para a elaboração de vários outros alimentos comuns a mesa dos brasileiros como bolos”.

Eduardo ainda ressaltou a importância do item para as Forças Armadas. “Ora, o MD abriga as Forças Armadas e seu efetivo de 334.000 homens e mulheres do serviço ativo. Com este valor poderia-se comprar pouco mais de 6.500 latas de leite condensado/dia, algo bem razoável para uma tropa de 334.000 militares”.

Internautas não perdoaram e detonaram Eduardo Bolsonaro no Twitter após a publicação. Veja reação mais abaixo.

Gastos com comida

Em todo o ano de 2020, os órgãos do Executivo tiveram mais de R$ 1,8 bilhão em gastos com alimentos, um aumento de 20% em relação ao ano de 2019. Os itens que foram no “carrinho” do Executivo chamaram a atenção de todos.

Para se ter ideia, apenas de chiclete, mais de R$ 2,2 milhões foram gastos. Já as compras com molhos (somando shoyo, inglês e de pimenta) somam mais de R$ 14 milhões do total. Pizza e refrigerante, juntos, totalizam R$ 32,7 milhões.

Além dos alimentos mais tradicionais, o Governo também investiu em uma alimentação mais requintada. Só em frutos do mar foram mais de R$ 6 milhões, além dos R$ 7 milhões em bacon defumado e os mais de R$ 123 milhões em sobremesas.

Surreal estes gastos.

E eu nem consegui receber o auxílio emergencial… É uma palhaçada este governo.

Fonte: Catraca Livre