Olá,

É o caso da ginkgo biloba de 1.400 anos na China, que atrai todos os anos milhares de pessoas às montanhas Zhongnan. Como é de costume, no outono caem as folhas, formando um tapete amarelo no pátio do templo budista Gu Guanyin.

A árvore, que foi plantada durante a dinastia Tang (618-907), é conhecida por sua longevidade, sendo considerada a mais antiga existente.

#História: A magnífica árvore é considerada um fóssil vivo, pois, ela habita a terra por mais de 200 milhões de anos, ou seja, período em que os dinossauros circulavam por aqui.

Engana-se quem pensa que essa belezura serve apenas para ser admirada. Ela é utilizada para fins medicinais, sendo usada parar criação de remédios que estimulam o cérebro.

Que bom que o ser humano ainda não a destruiu.

Fonte: A Grande Arte de Ser Feliz