Olá,

Os responsáveis pela propriedade artística de Michael Jackson ganharam US$756,696,117.11 com a venda do catálogo de músicas dos Beatles, que foi adquirido pelo cantor pop em 1985.

Resultado de imagem para michael jackson

De acordo com o Sun Online, a ação é uma estratégia dos advogados do artista para evitar a falência do filhos de Jackson e um processo judicial da Sony Music, que manteve posse sobre os direitos do cantor pop por duas décadas.

“Os termos da venda foram altamente favoráveis para os proprietários dos direitos autorais e a venda evitou a possível negligência dos proprietários em relação à obrigação de empréstimo… a consideração foi mais que suficiente para cobrir a dívida pessoal e fornecer aos proprietários ativos suficientes para garantir o longo termo de segurança das crianças de Michael“, afirmou um dos advogados.

Segundo as cópias dos documentos, disponibilizadas pelo The Sun, a nova declaração judicial, preenchida no mês de outubro, revela como os advogados de Jackson conseguiram cobrir os gastos de Prince Jackson, Blanket Jackson e Paris Jackson, que incluem três casas, o aluguel mensal de uma residência na Universidade de Loyola Marymount, viagens luxuosas e festas.

Os proprietários ainda têm que lidar com os valores garantidos ao guardião legal dos filhos, Tito Jackson Jr, à avó, Katherine Jackson, e o escritório de advocacia que monitora a vida dos sucessores do cantor por meio dos bens.

Além disso, os advogados do cantor terão que ligar com os novos processos abertos por James Safechuck e Wade Robson, que afirmam terem sido abusados por Michael Jackson durante a infância. As acusações também foram registradas no documentário ‘Leaving Neverland’ , lançado este ano.

Paul McCartney deveria ter comprado e assim nunca mais comentaria sobre.

Se continuarem a gastar sem repor, ficará difícil se manterem.

Lyllyan

Fonte: Rock de Verdade