Celebrado álbum de Alanis Morissette vira musical na Broadway


Olá,

O “Jagged Little Pill”, álbum de estreia de Alanis Morissette, vai completar 25 anos em 13 de junho de 2020. Para comemorar a ocasião, a cantora estreou na última quinta-feira, um espetáculo na Broadway de mesmo nome e que utiliza como pano de fundo para a história as músicas do celebrado disco de 1995.

Escrita pela estreante no teatro Diablo Cody, que ganhou o Oscar 2007 de Melhor Roteiro pelo filme “Juno”, a peça conta a história de Mary Healy, uma dedicada dona de casa e sua família, o que inclui a filha adotiva do casal Frankie, jovem afro-americana que está lutando para conseguir seu espaço na sociedade. No entanto, em uma reviravolta, Mary começa a ver sua vida desmoronar, o que põe em jogo o seu plano de manter todos unidos.

Com direção de Diane Paulus, a experiente diretora de “Waitress”, celebrado musical da Broadway, o espetáculo se demonstrou ser um verdadeiro sucesso, tanto de crítica quanto de público. “Jagged Little Pill”, quando ainda estava apenas na fase das prévias, arrecadou mais de R$ 4 milhões, tendo uma ocupação de cadeiras em torno de 95%, o que é considerado excelente para os padrões do teatro norte-americano.

Ainda hoje, o New York Times publicou uma análise dizendo que “Jagged Little Pill é o primeiro musical com canções de jukebox, que realmente entende o seu gênero”, já a Variety disse que “desde RENT, nunca um musical havia investido tanto em papéis impactantes e que carregam em si uma vasta história de vida individual”.

Além de tocar em questões delicadas como racismo e adoção, o musical também fala sobre temas muito presentes na sociedade atual, como a cultura do estupro, vícios, homofobia, aquecimento global, superproteção (e até mesmo total abandono) por parte dos pais.

Cantora também prepara turnê comemorativa

Além de um musical, Alanis também tem prometido aos fãs um retorno triunfal aos palcos, com uma turnê que vai ter no setlist hits como “Ironic”, “You Oughta Know” e “You Learn”, todas lançadas no “Jagged Little Pill”. Ao todo, o disco emplacou mais de 33 milhões de cópias.

Segundo a revista Business Insider, ele entrou para a lista dos 50 álbuns mais vendidos da história, ao lado de grandes nomes como Beatles, Elton John, Michael Jackson e Whitney Houston. Na época, participaram das gravações de algumas músicas o baixista Flea, do Red Hot Chilli Peppers e Dave Navarro, ex-integrante da banda norte-americana.

Outra novidade também foi o lançamento na última segunda-feira, de “Reasons I Drink”, novo single da cantora que quebrou um hiato de quase sete anos sem lançar nenhum novo trabalho. Até então, seu último projeto era o disco “Havoc And Bright Lights”, de 2012.

A canção vai fazer parte do álbum “Such Pretty Forks in The Road”, com previsão de lançamento para 1 de maio de 2020. Ainda não há informações sobre as datas ou os países que irão receber a turnê de comemoração da Alanis.

Fonte: Correio do Povo

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: