Olá,

Michael Jackson leu a Bíblia nos últimos anos de vida para procurar o sentido do perdão. Quem o afirma é o antigo advogado e amigo, Brian Oxman, que acrescenta que o cantor comparava o seu caminho ao de Jesus.

“Ele sentia-se perseguido tal como Jesus. A determinada altura da sua vida, o Michael começou a ler a Bíblia para aprender a perdoar”, disse Brian Oxman este domingo ao jornal “Sunday Mirror”.

As revelações foram feitas pelo antigo advogado na semana em que Michael Jackson, nascido a 29 de agosto de 1958, comemoraria 60 anos. Nesta oportunidade, Brian Oxman contou que o cantor norte-americano desejava ter-se mantido casado com Lisa Presley, filha de Elvis Presley. O casamento, celebrado a 26 de maio de 1994, durou apenas dois anos.

O amigo do ídolo acrescentou ainda que Michael Jackson estava em constante negação relativamente à sua a adição de drogas. Foi no entanto esse vício que conduziu à sua morte, a 25 de junho de 2009, na sequência de uma overdose.

Ninguém nunca o deixou em paz.

Lyllyan

Fonte: N-TV