Olá,

O escultor criador da estátua do cantor Michael Jackson que viralizou na internet em uma foto com um fuzil a tiracolo, Ique Woitschah, comentou o episódio.

Estátua de Michael Jackson

“Infelizmente essa imagem é a realidade que vivemos atualmente, e representa o abandono da cidade maravilhosa. Ela foi produzida pelo tráfico demonstrando o seu poder na reocupação do espaço abandonado pelo poder público. Poder público esse, também repleto de bandidos que transformaram o Rio e o Brasil em terra de ninguém.”

Woitschah comparou o ato dos “bandidos do tráfico” com a classe política brasileira: “os bandidos do colarinho branco, assassinos, corruptos e covardes, continuam garantindo seus territórios no governo, no Congresso Nacional, e no Palácio do Planalto, com manobras espúrias conhecidas há décadas e patrocinados pelos bandidos de toga da nossa justiça também corrompida”.

A imagem foi feita no Morro Dona Marta, em Botafogo, região nobre da capital fluminense. O local foi o primeiro a receber uma unidade do então nascente projeto das Unidades de Polícia Pacificadora (UPP). Segundo a assessoria de imprensa do órgão, um suspeito de ser o responsável pelo registro já foi preso.

Michael Jackson gravou o clipe de sua música “They don’t care about us” no Dona Marta, em 1996. Já a estátua em sua homenagem foi instalada em 2010, um ano após a morte do rei do pop.

O Brasil é dominado só por pessoas do mal.

Lyllyan

Fonte: Sputniknews