Oito anos depois de sua morte, Michael Jackson permanece na memória de fãs


Olá,

Pode até parecer que não faz tanto tempo, mas, há exatos oito anos, o mundo perdia Michael Jackson. A morte precoce em 2009, as polêmicas e as excentricidades nunca foram capazes de ofuscar o talento inegável e o carisma do astro norte-americano. Dos Jackson 5 à carreira solo, Michael produziu clássicos que influenciaram e mudaram o mundo do pop.

Reprodução/Internet

Seja para os fãs ou para o mercado, a obra de Michael continua bastante viva, inspirando e influenciando gerações, além de render ainda milhões de dólares. O álbum Thriller, de 1982, por exemplo, chegou, no início de 2017, à marca recorde de 33 milhões de cópias e se manteve como o disco mais vendido da história norte-americana.

Os números refletem a sensação de que, para os fãs, Michael jamais deixou de estar sobre a terra e que sua obra permanece com poder de surpreender e conquistar ainda mais aficionados. A impressão, para críticos e fãs, é de que, oito anos depois, ninguém foi capaz de assumir a coroa de rei do pop.

O auxiliar de cozinha Michael Luckas, 23 anos, é um dos que permanecem apaixonados pelo legado do músico norte-americano. Cover de Michael Jackson nas horas vagas, ele conta que o interesse pela obra do cantor surgiu aos 8 anos. “Vi um colega de classe fazer o famoso moonwalk no meio de uma quadra de futsal em Sobradinho. Aquilo me chamou a atenção e procurei saber de onde vinha aquela magia de passo. Foi quando ele me ensinou e me explicou quem era Michael Jackson”, lembra.

A partir daí, o interesse pelo rei do pop se tornou cada vez maior até se tornar, de fato, uma paixão. As ações sociais feitas por Michael Jackson em vida também influenciaram Luckas. “Muito do que sou hoje como pessoa foi influenciado por ele. Aprendi a compartilhar, a ajudar o próximo e a amar tudo que envolve a simplicidade do mundo”, acredita.

O dançarino Lucas da Gama, 19 anos, é outro que se inspirou no ídolo a ponto de querer representá-lo. Ele conta que conheceu a obra de Michael aos 10 anos, em 2008 (um ano antes da morte do ídolo), quando uma edição comemorativa de Thriller foi lançada. “Um amigo me indicou e fui escutar o disco. Quando ouvi Billie Jean, fiquei impressionado e quis saber mais. Ao assistir ao clipe de Thriller, foi paixão à primeira vista”, lembra o morador da Asa Sul.

Lucas conta que a dor pela partida do ídolo foi um dos fatores que o motivaram a querer se tornar também cover de Jackson. “Fiquei muito triste com a morte e, meses depois, vi um show antigo na tevê e sentia como se ele ainda estivesse aqui. Então pensei que precisava fazer alguma coisa para homenagear e manter a arte dele viva”, explica. As primeiras apresentações foram ainda aos 11 anos.

Filantropia

Foi a repercussão na mídia, quando o astro morreu, que fez com que a estudante Letícia Yonekura, 19 anos, se interessasse por Michael Jackson. Como o assunto não saía da pauta da imprensa, ela, que mora em Vicente Pires, resolveu pesquisar mais. “Por incrível que pareça, meu interesse inicial — e o principal motivo pelo qual eu me tornei fã — não foi pelo artista, e sim pela pessoa. A sociedade em geral tem em mente uma imagem extremamente distorcida de Michael como ser humano”, acredita.

Além da dança, a filantropia e as ações sociais do ídolo são inspiração para a estudante, que garante ter aprendido muito com a influência de Michael. “Desde a paixão pela dança (quem nunca quis saber dançar aquelas coreografias, né?), o perfeccionismo em tudo que faz, a compaixão e solidariedade pelo próximo até a não acomodação, o esforço de sempre melhorar”, explica.

Sem substituto

Desde a morte de Michael, alguém ocupou o lugar de rei do pop? Para os fãs, a resposta é quase unânime de que ninguém conseguirá chegar ao mesmo patamar de Michael Jackson na música e no mundo pop. “Sempre surgirão novos artistas, muitos extremamente talentosos, mas é preciso muito mais que isso para usar essa coroa. Michael não era apenas um bom cantor que dançava bem, ele era um excepcional músico e dançarino e, além disso, revolucionou o ramo do entretenimento tão profundamente que suas influências reverberam fortemente até hoje!”, opina Letícia Yonekura.

Lucas da Gama concorda que é difícil acreditar que alguém poderá chegar a esse lugar. “A forma como ele se entregava à arte, à dança era muito pessoal, ele é único. Ele tirava tudo dele próprio, seria muito difícil alguém conseguir alcançar esse posto”, acredita. Michael Luckas é o único que aponta alguém com potencial para ter a mesma dimensão de Michael Jackson. “Uma mulher (Beyoncé) é quem pra mim poderia ocupar esse lugar por ser criativa, inovadora…  Ela dirige sua produção, cria suas coreografias, abusa das tecnologias. Ela tem a mente do Jackson no corpo de uma mulher”, constata.

Em 3D

O icônico clipe de Thriller, em que Michael dança entre zumbis, vai ganhar versão em 3D. A informação foi revelada pelo diretor original da produção, o cineasta John Landis. As gravações estão sendo restauradas e editadas novamente.A ideia de usar 3D era vontade do próprio Michael, contou uma fonte envolvida na produção ao jornal New York Daily News. Os filhos mais velhos do músico, Paris e Prince, estão, segundo as informações, diretamente envolvidos no projeto.

Problemas na justiça

Apesar das ações filantrópicas e do sucesso, a carreira de MJ ficou marcada também por uma série de polêmicas e denúncias envolvendo problemas judiciais. Ele foi denunciado algumas vezes por assédio, pedofilia e abuso sexual. Em 2003, foi preso e pagou fiança de US$ 3 milhões. Em 2005, no entanto, ele foi julgado e inocentado de todas as acusações (10, no total). Além disso, ao morrer, Jackson deixou uma dívida de US$ 400 milhões.

Curiosidades sobre Michael Jackson

Em 1987, ele apareceu de pele branca e nariz fino na capa de Bad. O vitiligo, doença que causa a perda da pigmentação da pele, sempre foi a justificativa dada pelo cantor.

Uma das melhores amigas de Michael, a atriz Elizabeth Taylor foi quem o chamou de rei do pop pela primeira vez em uma premiação do American Music Awards em 1989.

Em 1984, Michael se acidentou ao gravar um comercial da Pepsi e teve queimaduras no couro cabeludo. Ele recebeu US$ 1 milhão de indenização. Todo o dinheiro foi doado.

As famosas luvas brilhantes usada pelo astro eram cravejadas de cristais. Em 2012, um exemplar único delas foi vendida por quase US$ 200 mil

A carreira de Michael Jackson em números

37 – Semanas que o disco Thriller ficou na lista dos mais vendidos dos EUA.

33 milhões – Número de cópias vendidas de Thriller, recorde americano.

105 milhões – Estimativa de cópias vendidas do álbum Thriller no mundo todo.

12 – Quantidade de Grammys que Michael levou em uma única edição em 1984.

23 – Número de Grammys em toda a carreira do músico.

Para fãs como nós, só restou saudades.

Lyllyan

Fontge: Correio Braziliense

Anúncios
    • Rosângela Jackson
    • 26 de junho de 2017

    Lyllian você tem whatsapp??? Se tiver me adiciona lá é

      • Lyllyan
      • 26 de junho de 2017

      Olá Rosângela,
      Não uso Whatsapp.

        • Rosângela Jackson
        • 27 de junho de 2017

        Ah sim tudo bem 😘😘😘

  1. Ele foi arrancado de nós há 8 anos sem aviso prévio.
    Dor e saudade infinita.
    “PARA SEMPRE MICHAEL JACKSON”

    • Fernanda
    • 25 de junho de 2017

    Que saudades, ele faz muita falta para os nós 😭😔

    • Rosângela Jackson
    • 25 de junho de 2017

    Nunca será esquecido Michael Jackson pra sempre em nossos corações❤❤❤❤Saudades eternas Michael Jackson meu grande amor

    • NI
    • 25 de junho de 2017

    Desde que me apaixonei por Michael Jackson eu vivia com medo de que ele morresse (por causa de todo sofrimento e perseguição que ele passava por todos os lados, o tempo todo)
    No dia 25/06/09 eu já acordei aflita, angustiada, com uma sensação estranha horrível de aperto no peito. Depois de um tempo, veio a noticia de que a Farrah Fawcett tinha morrido e, por mais desumano que possa parecer, eu me senti aliviada, porque pensei que se uma celebridade já tinha morrido naquele dia, um raio não ia cair duas vezes no mesmo lugar e muito menos com o Michael !
    Aí decidi deixar aquele sentimento de tristeza de lado e fui pro quarto, coloquei uma série de comédia e comecei a rir sem parar. No meio de uma gargalhada, minha mãe entra e com muito cuidado, diz que alguma coisa ruim tinha acontecido com Michael Jackson e que a TV estava dando as noticias
    Imediatamente uma onda de choque, arrepios e tremedeira tomou conta do meu corpo ! Larguei tudo, sai correndo pra ver na TV da sala, que já tinha imagens ao vivo do hospital com uma multidão em volta. Naquele momento ainda não se tinha certeza da morte e eu lembro de ter pensado que era só mais um susto, afinal, ele estava sempre indo parar no hospital, inclusive em 1995 durante os ensaios para um show (situação parecida com a que ele estava vivendo nesse momento)
    Mas, de repente, o repórter confirma que sim, ele tinha morrido ! Por um instante eu fiquei paralisada, em silencio, a voz não saia, eu estava confusa, não dava pra acreditar ! E foi então que a minha ficha caiu de que, enquanto MJ estava morrendo lá longe, eu estava aqui, dando gargalhadas. Me deu um peso na consciência e até hoje eu me culpo por isso !
    Fui pro quarto, desliguei tudo (não queria ver mais nada e nem me aprofundar nas noticias), deitei e desabei a chorar, chorei tanto, tanto, tanto… e no dia seguinte não podia aceitar que ele tinha morrido e o mundo ainda continuava girando, que a vida continuava normalmente
    Minha intenção era não saber mais nada dele e não ser mais nem fã, pra não sofrer com o que ainda viria pela frente. Quebrei e rasguei tudo que eu tinha dele, também como forma de extravasar a dor (enorme arrependimento !!!). Mas quem disse que eu consegui simplesmente abandonar e esquecer ? JAMAIS !
    Um tempinho depois eu religuei a TV e vi as noticias e homenagens de todos os canais. E foi a melhor coisa que eu fiz, porque apesar da noticia ser a pior possível, as homenagens foram lindas demais, com muita emoção e respeito
    Eu senti que, pelo menos por algum tempo, a mídia deixou de lado o deboche e a crueldade com que sempre tratou Michael Jackson e lhe deu o valor merecido. Gostei muito de como enalteceram ele como pessoa e artista, isso me confortou e essa lembrança boa vai ficar pra sempre na minha memoria ! Eu achei que isso ia continuar sempre assim e essa seria a redenção do Michael, que a partir dali ninguém mais ia ter coragem de falar mal dele e que finalmente a justiça seria feita ! Infelizmente eu estava enganada e isso durou pouco, muito pouco !

    E aqui estou eu, até hoje, sem esquece-lo nem um dia sequer e amando mais e mais a cada dia que passa. Ele está presente em mim o tempo todo e faz mais parte da minha vida do que muita gente que está ao meu redor. E apesar de sentir saudade, no fundo, no fundo eu sei que foi melhor assim, porque Michael já estava sofrendo muito e sei que já não aguentava mais, foi o descanso que ele tanto precisava !
    Essa data me causa uma melancolia (e eu ainda choro) mas também o consolo de saber que, até agora, ele foi poupado de 8 anos de desgostos e decepções !
    Queria eu ter sido poupada também !!!

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: