Olá,

Dirigida por Ben Palmer, de “The inbetweeners”, a comédia se baseia num artigo publicado na “Vanity Fair”, em 2011. A história acabou sendo desacreditada, tida como lenda urbana. Brian Cox interpreta Brando e Stockard Channing faz o papel de Liz Taylor.

Michael Jackson já estava com a pele clara em 2001, mas, mesmo assim, a escalação de um ator branco para o papel em meio à discussão sobre a diversidade no audiovisual foi polêmica. Para Fiennes, os críticos supervalorizaram a importância da história um filmete de comédia. “Isso vai ser um desafio maravilhoso. Li o roteiro e é muito divertido”.

“É uma sátira. É apenas uma sátira de 20 minutos. Uma esquete sobre uma história que pode ser uma lenda ou pode ser verdade. Então, vamos ver o que o público tira dela”, disse. O filme faz parte de uma série chamada “Urban myths” (mitos urbanos), produzida pela Sky, que estreia em 19 de janeiro nos EUA.

Começando pelo ator escolhido para interpretar Michael Jackson, já ficou um desastre na caracterização… kkkkk

Lyllyan

Fonte: O Globo