Olá,

Duas empresas de ônibus continuavam em greve na região de Mauá, no ABC paulista, na manhã desta quinta-feira (17), segundo a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU). Três outras retomaram a operação das linhas na tarde de quarta-feira (16).

Resultado de imagem para eaosa

A Eaosa e a Ribeirão Pires permanecem paralisadas. Os motoristas protestam contra a falta de pagamento do último salário. As empresas operam 14 linhas com uma frota de 100 ônibus.

Por volta das 17h de quarta, funcionários das viações Riacho Grande, Imigrantes e Triângulo, que também estavam em greve, voltaram ao trabalho depois que os salários reivindicados foram depositados.

Nesta quinta, os passageiros podem optar pelas linhas municipais, pelas linhas metropolitanas da empresa Rigras, que cruzam o município de Ribeirão Pires, ou pelos trens da linha 10-Turquesa da CPTM.

A paralisação começou na sexta-feira (11) e a EMTU informa que autuará as empresas paralisadas por cada partida não realizada.

São Paulo não flui com tudo funcionado, quando qualquer meio de transporte faz greve ou tem problemas técnicos, isto aqui vira um caos.

Fonte: G1