Estudo indica que pílula anticoncepcional pode aumentar risco de depressão


Olá,

Começar a tomar pílula não é uma decisão simples. Embora ela seja uma forma eficaz de prevenir a gravidez e lidar com sintomas da TPM, seus efeitos colaterais impactam cada mulher de uma maneira diferente.

[Foto: Getty]

Um novo estudo publicado no Journal of the American Medical Association é o maior até o momento a analisar a associação entre a pílula anticoncepcional e a saúde mental.

[Foto: Pexels]

Os pesquisadores descobriram que mulheres que tomam pílulas combinadas (contendo tanto progesterona quanto estrogênio) e que não tomavam medicamentos antidepressivos previamente, apresentaram uma chance 21% maior de serem tratadas com antidepressivos pela primeira vez do que aquelas que não tomavam pílula.

Esta influência foi mais comum nos primeiros seis meses de uso da pílula combinada, e adolescentes (com idades entre 15 e 19 anos) apresentaram um risco 80% maior.

Por outro lado, a chance de desenvolver uma depressão ia diminuindo conforme aumentava o tempo de uso da pílula.

Para chegar a estes resultados os cientistas monitoraram um milhão de mulheres com idades entre 15 e 34 anos – sem registros prévios de problemas relacionados à saúde mental – ao longo de um período de 10 anos.

Mulheres que tomavam a pílula contendo somente progesterona apresentaram uma probabilidade 34% maior de serem diagnosticadas com depressão ou de tomarem medicamentos antidepressivos.

[Foto: Pexels]

Por este motivo, mulheres que tenham notado algo negativo em sua saúde mental enquanto tomavam pílula, não ficarão surpresas em saber que ela pode aumentar o risco de depressão.

Nas mulheres que usam adesivos contraceptivos foi observada uma probabilidade 68% maior; anéis e dispositivos intrauterinos hormonais também apresentaram resultados desanimadores.

Os cientistas estão culpando principalmente a progesterona, embora acreditem que o estrogênio também possa ser um fator relevante.

O autor do estudo, Ojvind Lidegaard, disse a Stylist“Nós precisamos entender que, juntamente com todos os benefícios, os hormônios externos [também] podem causar efeitos colaterais, e o risco de depressão é um deles.”

No entanto, não há motivo para pânico. Embora este tenha sido um estudo abrangente, ainda há muitas pesquisa a ser feita. Os pesquisadores da Universidade de Copenhague concluíram que “mais estudos são necessários para analisar a depressão como um potencial efeito colateral adverso do uso de contraceptivos hormonais.”

O mesmo remédio que te te cura também te adoece.

Fonte: Alice Sholl – Vida e Estlio Yahoo

Anúncios
  1. Mulher sofre Aff…

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: