Olá,

Paris Jackson, filha do falecido cantor Michael Jackson, fez um emocionante desabafo sobre a perseguição que sofre diariamente dos internautas nas redes sociais nesta quinta-feira, 15.

Aos 18 anos, a estudante chorou ao falar sobre os ataques dos ‘haters’ e revelou o motivo para tentar se matar em 2013. “Quando eu tinha 14 anos, eu tinha tanto ódio que eu tentei me matar. Fiz uma pausa de dois anos das redes sociais e as pessoas me pediram para voltar e fazer meu perfil do Instagram se tornar público de novo. Então eu fiz, mas nada mudou. Então, me desculpem. Estou muito, muito cansada. Eu só estou cansada disso e sei que não sou a única”, disse a jovem entre lágrimas.

Paris revelou que tentou bloquear os ‘haters’ em suas redes sociais, mas não obteve êxito devido à enorme quantidade de comentários negativos. “Eu não entendo como pode haver tanto ódio no mundo neste momento. Eu tentei bloquear os ‘haters’, não ler os comentários. Eu tentei um monte de coisas, ignorar tudo. Mas é difícil quando há tantos deles. Eu não entendo porque sou um alvo tão fácil. Eu tento ser boa para todo mundo que conheço, tento dar a todos uma chance. Eu tento ser aberta com vocês sobre o que eu faço diariamente, compartilho minha vida. Eu não escondo muito, sou bem pública”, confessou.

Por fim, a filha de Michael criticou o poder das palavras negativas sobre as pessoas. “Não se pode dizer tudo isso para os outros, é desumano! Estou realmente exausta. Desculpem pelo desabafo, mas estava segurando isso por muito tempo, anos…”, completou.

Paris, Paris, Paris…

Lyllyan

Fone: Caras