Olá,

O artista israelense Sigalit Landau fez um projeto impressionante, que gerou resultados incríveis. O jovem decidiu submergir um vestido preto no Mar Morto. O traje entrou no mar em 2014 e foi recentemente retirado para ser exposto.

O vestido virou uma grande peça branca, totalmente coberta por cristais de sal. O processo foi todo fotografado, mostrando a evolução da roupa embaixo da água, dando um ar “mágico” ao resultado final.

O projeto virou uma série de fotos dividida em oito partes e é chamado de A Noiva de Sal, inspirado na peça de S. Ansky, de 1916, chamada Dybbuk. A peça conta a história de uma jovem mulher que é possuída pelo espírito de seu namorado morto. A vestido que o artista israelense usou é uma réplica do que foi usado na produção de 1920.

Para quem tiver por Londres, o trabalho está exposto no Marlborough Contemporary até o dia 3 de setembro.

O vestido ficou mais bonito salgado… Rs

Fonte: Virgula