Foto de mulher nua fazendo depilação intima em público, choca


Olá,

As fotos de uma mulher completamente nua fazendo depilação íntima em público chocaram internautas e foram amplamente divulgadas nas redes sociais. O caso aconteceu na tarde deste sábado, 18 de junho, em frente ao Museu da Arte Contemporânea (MAC), em Niterói, no Rio de Janeiro. Nas imagens, a modelo aparece completamente pelada em frente ao prédio, sendo depilada com um barbeador e com a ajuda de outras pessoas.

Foto de mulher pelada sendo depilada no Rio de Janeiro gerou polêmica nas redes sociais

Ainda não há informações sobre o motivo do ato público. Algumas pessoas afirmaram que se tratou de algum tipo de exposição artística. Já outras testemunhas garantem que o caso, na verdade, se trata de um protesto organizado por ativistas contra a cultura do estupro no Brasil, assunto que vem ganhando grande repercussão nos últimos tempos, em razão de casos de mulheres que foram violentadas e tiveram o crime exposto nas redes sociais, como a divulgação de vídeo do estrupo coletivo no Rio de Janeiro e no Piauí.

O “protesto” foi duramente criticado por internautas e pessoas que passavam pelo local. Segundo os críticos, a manifestação causou grande constrangimento em várias pessoas que passavam pelo local, que tem grande concentração de público nos finais de semana.

No Facebook, a imagem foi compartilhada rapidamente por milhares de usuários, a maioria criticando o ato. Na foto com a mulher nua é possível ver que, no momento em que as imagens foram tiradas, diversas crianças brincavam ao redor e viram a cena. Os pais ficaram revoltados com as cenas de nudez. De acordo com testemunhas, alguns visitantes chegaram a chamar a Guarda Municipal, porém, os agentes de segurança não atuaram.

Prefeitura explica caso

Em nota, a Prefeitura de Niterói afirmou que lamenta a situação e esclarece que não se trata de algo programado. Segundo o comunicado, a garota que aparece nas imagens seria artista de um grupo de estudantes de arte da Universidade Federal Fluminense (UFF). O comunicado encerra pedindo desculpas aos frequentadores que, por ventura, se sentiram ofendidos com a intervenção artística.

Se ficar pelado nas ruas resolvem os problemas, eu seria a primeira nunca mais colocar um roupa.

Falta inteligência nestes protestos.

Fonte: Blasting News

Anúncios
    • Jenna Victal
    • 21 de junho de 2016

    Exatamente. Essas feminazis palhaças que não têm mais o que fazer só querem é chocar a sociedafe para aparecer. Falta de uma pia de louça para levar. Um bando de patricinhas que só sabem fazer barulho por causas erradas. As verdadeiras vítimas de estupro nenhum grupo feminista defende.

  1. Ridículo coisas do feminismo atual q não luta ais pelo direito de igualdade de gênero e sim pela putaria feminina. De gente de bem q apanha ou quase morre ou até mesmo de estupro de idosas ninguém fala nada agora um estupro coletivo falso é isso? Nojento. Não houve estupro coletivo algum a garota é praticante de suruba, onde q é esse povo não entende isso. Tem q desenhar? Ela pra não ficar difamada devido ao vídeo meteu essa estória da carochinha. Mas ela tava machucada q falaram. Lógico ela fez bacanal e não amor com o namorido. Ela tinha ou tem esse costume de ir co u Monte de homem de uma só vez.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: