Pediatra se recusa a atender filho de militante do PT; sindicato apoia atitude da médica


Olá,

Uma pediatra de Porto Alegre (RS) se recusou a atender uma criança de um ano e meio de idade na última semana pelo simples fato de ser filho de uma militante do Partido dos Trabalhadores (PT).

Ariane trabalhou na gestão de Tarso Genro (PT-RS) quando governador. (Reprodução/Rádio Guaíba)

A situação foi relatada por Ariane Leitão, mãe do pequeno Francisco, uma criança que por sua vez não tem idade para entender nada de política ou da situação do país. A militante publicou o relato em sua página no Facebook e, em pouco tempo, a história viralizou nas redes sociais.

“Na semana passada, no auge dos ataques contra o presidente Lula [após nomeação para ministro da Casa Civil e divulgação dos grampos] fui surpreendida por uma mensagem da pediatra do meu filho a dizer que estava declinando de maneira irrevogável de atender o Francisco por eu ser petista”. Segundo ela, Maria Dolores Bressan, era pediatra do filho de Ariadne “desde que ele nasceu”. 

Entretanto, o presidente do Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Sul, Paulo Argollo, disse em entrevista ao site Pragmatismo Político que a conduta da médica foi “absolutamente ética”. Para Argollo, a pediatra não tem que arrepender de sua atitude, e sim “se orgulhar, porque agiu de maneira ética e honesta”. 

Ariane Leitão, 34, foi secretária de Políticas para as Mulheres do Rio Grande do Sul durante a gestão Tarso Genro (PT-RS). Depois da polêmica em torno do caso, o Conselho Regional de Medicina (Cremers) vai abrir uma sindicância para investigar a denúncia.

Abaixo, veja a mensagem que a médica enviou para Ariane e diga o que achou da atitude dela nos comentários:

“Bom dia Ariane. Estou neste instante declinando em caráter irrevogável da condição de pediatra de Francisco. Tu e teu esposo fazem parte do Partido dos Trabalhadores (ele do PSOL) e depois de todos os acontecimentos da semana e culminando com o de ontem, onde houve escárnio e deboche do Lula ao vivo e a cores, para todos verem (representante maior do teu partido), eu estou sem a mínima condição de ser pediatra do teu filho. Poderia inventar desculpas, te atender de mau humor, mas prefiro a HONESTIDADE que sempre pautou minha vida particular e pessoal.
Se quiser posso fazer um breve relatório do prontuário dele para tu levar a outro pediatra.
Gostaria que não insistisse em marcar consultas mais.
Estou profundamente abalada, decepcionada e não posso de forma nenhuma passar por cima dos meus princípios. Porto Alegre tem muitos pediatras bons. Estarás bem acompanhada.
Espero que compreendas”

Onde vamos parar deste jeito?

Daqui à pouco os profissionais não atenderam mais quem torce para times diferentes, quem tem religião diferente e assim por diante.

Não quer trabalhar por causa da liberdade de escolha das pessoas, fica em casa, antes que alguém mora por causa da estupidez deste ser humano.

Fonte:Yahoo

Anúncios
  1. Teve um médico aqui no rj que se negou atender um paciente que tinha sofrido uma batida de carro violenta nem quis ver foi logo pra casa e quando chegou soube que aquele paciente era o filho dele mas, quando chegou no hospital já era o filho tinha morrido por omissão de socorro do único médico de plantão do Sus.

  2. Deus me livre dessa medica.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: