Sites une mulheres que querem ser sustentadas por homens ricos


Olá,

“Meu patrocínio”, a rede social que conecta ricos a ambiciosas.

Um “relacionamento com benefício mútuo”. É isso que a rede social Meu Patrocínio, lançada há dois meses no Brasil, pretende oferecer. Em outras palavras, ali se cadastram homens ricos e mulheres em busca de mimos/dinheiro. Nada melhor que a descrição do próprio site para explicar o significado de sugar dadies e sugar babies

Eles são “cavalheiros”, “patrocinadores” e “mentores” que querem namorar “as melhores e mais lindas garotas”, “princesas seguras e descomplicadas”. Elas são “jovens atraídas pelo sucesso de um homem”, interessadas em alguém que lhes proporcionem “compras, viagens fantásticas, ajuda de custo para a faculdade”“estabilidade financeira”. Entre os 12 mil perfis, a média de idade é de 39 anos para os sugar dadies e 23 anos para as sugar babies.

Polêmico. MUITO polêmico. “Ambos têm metas claras porque sabem o que merecem”, diz Jennifer Lobo, idealizadora do site. Filha de brasileiros, a relações-públicas de 28 anos cresceu nos EUA e carrega um forte sotaque americano. Nesta entrevista, disse que não há nada de prostituição nesse tipo de acordo – ela mesma já foi uma sugar baby.

 

Jennifer Lobo, criadora da rede social “Meu Patrocínio”, diz que já foi uma “sugar baby” (Divulgação)

– Este tipo de relacionamento é comum?

JENNIFER – Esses termos “sugar daddy” e “sugar baby” são novos no Brasil, mas claro que esse tipo de relacionamento já existe por aqui também.

– De onde veio a ideia dessa rede de relacionamentos?

JENNIFER – Sim. Eu estava trabalhando em Nova York anos atrás quando conheci esse tipo de relacionamento. Já fazia sucesso nos EUA, Canadá, Inglaterra e outros países. Pensei que talvez fosse uma coisa legal de trazer para o Brasil. Seis meses atrás eu comecei a estruturar e parece que está dando certo, as pessoas estão bem interessadas.

– Como funciona para ter um perfil no site e arrumar alguém?

JENNIFER – O cadastro é sempre gratuito para as “sugar babies”, elas podem montar o perfil e escolher que estilo de vida buscam. Os candidatos a “sugar daddy” podem se inscrever e ver perfis de graça também, mas só conseguem conversar com elas quando passam a pagar a mensalidade de R$ 169.

– Não é muito barato, mas parece pouco para um homem bem-sucedido disposto a pagar “mesada” para uma mulher… Como o site filtra os “sugar dadies”?

JENNIFER – Um homem ganhando R$ 5 mil talvez possa ter uma “sugar baby” que só quer jantares e pequenas viagens – não fora do país, mas algum lugar legal… Tudo depende das expectativas de ambos. Fora que as meninas podem filtrar pela renda os homens com quem querem conversar. Talvez, para o padrão de algumas delas, esse “sugar daddy” seja bem-sucedido.

– Você não acha que o site pode ser caracterizado como facilitador da prostituição?

JENNIFER – De jeito nenhum. A prostituição é uma transação entre sexo e dinheiro. Se o homem está buscando isso, existem lugares para encontrar. Não adicionamos ninguém no site que está procurando ou oferecendo prostituição. Todos os dias, uma equipe de cinco pessoas verifica os perfis para evitar essa situação. O que estamos trazendo é outra coisa.

Tem gente que consegue ganhar dinheiro fácil dos outros.

Fonte: Yahoo

Anúncios
    • Adriana
    • 8 de novembro de 2016

    Quero ser bancada! Me chamo Adriana e tenho 42anos Solteira sem filhos

  1. Eu tb quero um paizinho Ly e não tem nada de errado nisso. Um suggar daddy pra vida inteira. Agora usar os outros só pra isso é errado.
    Aqui no Brasil tb tem um site desse se chama queroserbancada.com

      • Lyllyan
      • 7 de janeiro de 2016

      Olá Siniho,
      Em ser bancada não tenho nada contra, o que acho errado é montar e site e cobrar por isto.
      A criadora arrumou o jeito de ser bancada por dois jeito, via site e arrumando um homem… Esperta demais!

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: