Pontos de ônibus são pichados na Av. Paulista contra aumento da tarifa


Olá,

Cartazes contra reajuste para R$ 3,80 também foram colados em lixeiras.

Passagens de ônibus, trens e metrô vão subir a partir do dia 9 de janeiro.

Pichações e cartazes espalhados pela Avenida Paulista, em São Paulo, em protesto contra o aumento das tarifas de ônibus e metrô da capital paulista, que devem passar de R$ 3,50 para R$3,80 a partir do próxima dia 9 de janeiro (Foto: J. Duran Machfee/Estadão Conteúdo)

Pontos de ônibus foram pichados na Avenida Paulista, em São Paulo, em protesto contra o aumento das tarifas de ônibus na capital paulista, a partir deste sábado (9). A frase “R$3,80 eu não pago” faz referência ao valor avulso da passagem, que vai subir de R$ 3,50 para R$ 3,80 para ônibus, trens e metrô. Cartazes assinados pelo Movimento Passe Livre também foram colados em lixeiras e em muros da avenida.

A empresa responsável pela manutenção dos pontos de ônibus informou que está apurando o caso e que vai se manifestar em nota sobre as pichações e se houve outros danos nos locais.

Pichações e cartazes espalhados pela Avenida Paulista, em São Paulo, em protesto contra o aumento das tarifas de ônibus e metrô da capital paulista, que devem passar de R$ 3,50 para R$3,80 a partir do próxima dia 9 (Foto: J. Duran Machfee/Estadão Conteúdo)
Pichações e cartazes espalhados pela Av. Paulista em protesto contra o aumento das tarifas de ônibus em SP (Foto: J. Duran Machfee/Estadão Conteúdo)

Reajuste
O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), e o governador Geraldo Alckmin (PSDB) decidiram decidiram reajustar as tarifas de ônibus, metrô e trem a partir de 9 de janeiro de 2016. O bilhete unitário foi reajustado em 8,57%, passando dos atuais R$ 3,50 para R$ 3,80.

A tarifa com integração entre ônibus e trilhos aumentou de R$ 5,45 para R$ 5,92. Os bilhetes mensal, semanal, diário e madrugador permanecem congeladas. O reajuste é menor do que a inflação acumulada no período, de 10,49%, segundo o IPC-Fipe.


VEJA COMO FICAM AS TARIFAS A PARTIR DE 9 DE JANEIRO
– bilhete unitário de ônibus: reajustado para R$ 3,80
– bilhete unitário de metrô: reajustado para R$ 3,80
– bilhete unitário de trem: reajustado para R$ 3,80
– bilhete 24 horas de ônibus: mantido em R$ 10
– bilhete semanal de ônibus: mantido em R$ 38
– bilhete mensal de ônibus: mantido em R$ 140
– integração entre ônibus e trilhos: reajustado para R$ 5,92
– integração entre ônibus e trilhos 24 horas: mantido em R$ 16
– integração entre ônibus e metrô semanal: mantido em R$ 60
– integração entre ônibus e  trilhos mensal: R$ 230
– Trilhos madrugador: mantido em R$ 2,92
– Da Hora: mantido em R$ 2,92
– Para os ônibus da EMTU, o percentual médio do reajuste irá variar em cada uma das cinco regiões metropolitanas vinculadas à empresa – São Paulo, Campinas, Baixada Santista, Sorocaba e Vale Paraíba, mas nenhum valor será reajustado acima da inflação.

O salário não aumenta para acompanhar estes reajustes, a inflação.

Fonte: G1

Anúncios
  1. Vamos acabar entrando numa guerra civil.
    Tenho medo.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: