Olá,

Quem já precisou bancar conta de hospital sabe o drama que é: qualquer coisinha entra na soma, mesmo um simples esparadrapo. Imagine, então, num caso delicado como o de Joe Jackson, internado desde o último domingo no Albert Einstein, um dos melhores (se não o melhor) hospitais do país!

O patriarca dos Jackson sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) associado a uma arritmia cardíaca, precisou fazer cirurgia para colocar um marca-passo e passou os últimos dias na UTI. Duas pessoas ligadas à organização da vinda do empresário contaram que o preço da conta já passa de R$ 1 milhão. Eu mesmo teria um derrame só de ver essa dívida!

O hospital foi proibido pela família de fornecer informações sobre o quadro de Joe Jackson. O que apurei, obviamente por fontes alternativas, foi que seu quadro é estável, mas que em alguns momentos ele não conseguiu reconhecer alguns dos parentes que com ele estiveram. Até o momento, uma filha (Janet Jackson) e uma neta (Stevanna Jackson) estiveram no Einstein.

Duro é saber quem vai bancar essa conta, porque quem está responsável pela internação é a agência Nexxing, que trouxe o pai de Michael Jackson para comemorar seu aniversário no Brasil — a ideia era fazer barulho na mídia para uma turnê de shows dos outros irmãos Jackson e uma exposição sobre a família.

A visita começou meio complicada, como deu para ver no encontro de Joe Jackson com os jornalistas, que foi um verdadeiro desastre. Parecia, porém, que os outros dias seriam melhores, só que devido á doença o aniversariante acabou não indo à própria festa.

Janet deu um piti ontem no Einstein e restringiu o acesso dos brasileiros que vinham cuidando de perto do pai dela. Resta saber se vai também assumir os custos hospitalares.

“Não há previsão de saída. Tudo indica que deve ficar ainda um tempo por lá”, diz Lisa Crazy, assessora de imprensa responsável pela visita de Joe Jackson.

A família Jackson é especialista em calotes, então podem ficar tranquilo que existe 99% de chance de ninguém pagar a conta…

Porque não levaram para o nosso super sistema de saúde, o SUS? Lá é de graça, não é?

Lyllyan

Fonte: Mídia News