Olá,

Uma cena que poderia ser de um roteiro de ficção foi registrada em Itatiba: uma máquina fotográfica apontada para o céu em busca de capturar imagens de fogos de artifício fotografou o que pode ser um objeto voador não identificado (OVNI). A história ocorreu na noite de noite de Natal e, como prova, restou uma sequência de três imagens em alta resolução, da máquina programada automaticamente pelo motorista Cleber Quintino, de 31 anos. Ele diz que ficou intrigado ao ver no visor da câmera o que seus olhos não puderam observar.

Luzes azuis foram fotografadas na noite de Natal

Quintino conta que deixou sua máquina fotográfica sem filtro na lente ligada em um muro da casa de uma amiga, no Jardim Arizona. Enquanto o obturador da máquina abria e fechava, Quintino olhava na direção oposta, apreciando a vista.

Susto

Quando foi olhar o visor para ver o enquadramento da fotografia, levou um susto. Analisando as fotos, é possível ver nas imagens um objeto com brilho azul que se moveu no céu. A câmera estava programada para tirar fotos em um intervalo de dez segundos. Na sequência, apenas duas fotografias mostram o objeto esférico. Seriam, então, 20 segundos de aparição nos céus de Itatiba. Na última foto, restaram apenas pontos azuis luminosos. O local onde ocorreu o flagrante fica na região dos bairros do Engenho e Giardino D’Itália, região alta da cidade.

Cleber diz que olha deixou máquina fazendo fotos no automático e somente depois viu as luzes registradas

Nas redes sociais, os moradores de Itatiba comentaram o caso e apareceram outros supostos flagrantes. A também moradora do bairro do Engenho Aline Santos divulgou na internet um vídeo gravado pelo celular mostrando um objeto com características semelhantes ao que apareceu nas fotos de Quintino. Ela contou que, quando viu o objeto, correu para pegar o celular. São apenas dez segundos de gravação, enquanto o objeto paira no céu. Nesse momento, era dia e o sol estava muito forte, o que impedia maior visibilidade.

Possível explicação

O objeto na fotografia pode ter uma explicação científica simples: refração de luz. A luminosidade é o principal elemento de todos os processos fotográficos. É possível que partículas de água tenham se condensado na lente da câmera, criando o fenômeno. Essas partículas podem ter funcionado como um prisma, distorcendo a luz e criando o efeito. A fotógrafa do Grupo RAC Janaína Ribeiro disse que o fenômeno é comum, e pode ocorrer também apenas com reflexos de luz.

“É normal, ainda mais em situação de fotos noturnas, em que a velocidade do obturador tem que ser menor para captar a maior quantidade de luz possível. Imagine então, fotografar com pouca luz e ainda ter gotas de água na sua lente. Iremos ver vários pontos de luz quando na verdade é apenas um.”

Quintino diz que tem dúvidas sobre o que ocorreu. “É uma boa pergunta. Ninguém sabe o que é. Vamos encaminhar as fotos para pesquisadores de ufologia, alguém que entenda do assunto. Ficamos todos perplexos lá em casa”, contou. O motorista divulgou as imagens nas redes sociais e espera que algum especialista possa esclarecer o caso de Itatiba.

Ufóloga

Para a professora e pesquisadora há 20 anos nas áreas ufológicas e holísticas Patrícia Campos, é preciso saber o contexto histórico para entender o que as luzes podem significar. “As fotos são muito impressionantes. Não tem nada a ver com dirigível, você percebe que ele é meio côncavo”, disse.

Ela fez a ressalva que é preciso ser criterioso, uma vez que o assunto é delicado. Ela afirmou que pesquisará sobre o caso e descartou que a foto seja montagem ou uma brincadeira. “Não podemos dizer que sim nem que não. Porque é egoísmo da nossa parte achar que somos os únicos. Vamos analisar esse caso”, disse.

ET de Varginha 

Varginha, cidade do Sul de Minas Gerais, ficou conhecida justamente pela possível aparição de OVNIs. Em 1996, uma série de aparições de objetos voadores não identificados, uma suposta apreensão de nave e captura de seres extraterrestres alçou o município ao noticiário nacional. O relato principal é de duas irmãs e uma amiga, que disseram ter visto criaturas desconhecidas próximas a um terreno baldio no bairro Jardim Andere.

Na época, a mídia em geral informou que várias testemunhas de Varginha afirmaram ter visto a tal criatura no mesmo dia em que as então três garotas teriam visto o ET. Anos depois, a cidade ganhou fama e muitos turistas vão a Varginha para tentar encontrar um extraterrestre.

É um egoismo muito grande só existir seres humanos em todo o universo.

Fonte: IG