Olá,

Quando estava vivo, Michael Jackson tinha o conhecido hábito de esconder os rostos dos filhos com véus. No telefilme “Living with Michael Jackson” (2003), as crianças fizeram uma de suas primeiras aparições públicas – mas os seus rostos, cobertos por máscaras, não puderam ser capturados pelas câmeras.

Os filhos de Michael Jackson: Blanket, Prince e Paris Foto: EDDIE KEOGH / REUTERS

Cinco anos após a morte do astro, porém, já é possível afirmar que Paris Jackson, Michael Joseph Jackson Jr (também conhecido como Prince Michael Jackson I) e Prince Michael Jackson II (Blanket) não nasceram para o anonimato.

Paris, hoje com 16 anos, saiu do mundo dos anônimos 12 dias após a morte do pai. Era 7 de julho de 2009 quando a menina subiu os degraus do palanque do Staples Center, em Los Angeles, onde acontecia o funeral de Jackson, e ofereceu, sob aplausos e chorando muito, um breve, mas emocionante discurso.

“Eu só queria dizer que… desde que eu nasci, o papai foi o melhor pai que alguém pode imaginar. Eu só queria dizer que o amo… muito”, disse.

Em 2010, contou, junto aos irmãos e à avó Katherine, como estava a vida da família sem Michael Jackson. No mesmo ano, recebeu, em nome do pai, o Grammy pelo conjunto da obra. Ela e Prince entraram para uma escola e tudo parecia bem.

A reviravolta veio em junho de 2013, quando Paris tentou se suicidar. Tomou 20 comprimidos de analgésicos e cortou os pulsos. Ficou internada na ala psiquiátrica de um hospital e, depois, transferida para a mesma instituição onde o pai morreu. Virou assunto principal dos tabloides. À época, morava, com os dois irmãos, sob os cuidados de Katherine – a mãe, a enfermeira Debbie Rowe, abriu mão da custódia dos dois filhos que teve com Michael Jackson (Paris e Michael Jackson I) como parte do acordo para o divórcio.

Relatos recentes apontam que Paris está pronta para um recomeço. Longe das câmeras, ela passou a frequentar um internato, onde faz terapia indicada a pessoas traumatizadas. Nas poucas vezes em que foi vista em público, parecia saudável.

Blanket, 12, o caçula dos irmãos, é o mais discreto. A identidade de sua mãe é desconhecida. Michael Jackson disse que ele nasceu através de inseminação artificial. Após a morte do pai, também ficou sob os cuidados de Katherine. Só em 2012 que a custódia dos três adolescentes passou a ser dividida com o primo T.J. Jackson, filho de Tito Jackson e integrante do grupo 3T.

Quando era bebê, Blanket protagonizou, involuntariamente, uma das cenas mais bizarras da trajetória do pai. Foi quando Michael o segurou do alto de uma varanda de um hotel em Berlim, mostrando-o para a multidão de fãs do lado de fora. O momento, porém, deixou as testemunhas aterrorizadas.

Prince, 17, tornou-se, em 2013, correspondente do “Entertainment Tonight”, programa de entretenimento exibido pela rede CBS. Sua primeira pauta como repórter foi uma entrevista com o elenco de “Oz: Mágico e poderoso” (2013), de Sam Raimi. O ator Zach Braff não poupou elogios: “Essa é a sua primeira entrevista? Você é ótimo. Muito natural”, disse. Quando as câmeras foram desligadas, Prince, que tinha acabado de fazer 16 anos, admitiu ter se sentido aliviado. No mesmo programa, afirmou ter planos para estudar cinema na Universidade da Califórnia. Em março, ele estreou como ator na série “90210”, na qual fez uma participação especial na pele de um personagem chamado Cooper.

Até mesmo se eles quisessem ser anônimos não conseguiriam…

O pai não consegue me após a “morte” imagina os filhos… Faz me rir!

Lyllyna

Fonte: O Globo