Olá,

A ideia é implementar uma opção de lazer no feriado nacional. Em ambos os dias, devido à realização de eventos, alguns trechos das Ciclofaixas de Lazer estarão suspensos

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informa que, excepcionalmente na próxima quinta-feira (01/05), das 7h00 às 16h00, feriado do Dia do Trabalhador, as Ciclofaixas de Lazer serão ativadas. A ideia é implementar uma opção de lazer no feriado nacional, já que normalmente elas são abertas apenas aos domingos. Lembramos que no domingo (04/05), elas também funcionarão. Esta iniciativa conta com o patrocínio da Bradesco Seguros.

Devido à realização de diversos eventos pela cidade na quinta-feira (01/05) e no domingo (04/05),  alguns trechos da tradicional Ciclofaixa de Lazer terão seus horários e/ou percursos readequados de modo a atender ao público ciclista com segurança, sem interferir com as demais festividades previstas para o mesmo dia.

Quinta-Feira (01/05), Dia do Trabalhador

Em conseqüência da realização da “14ª Feira Cultural LGBT” na Praça da República, e de comemorações pelo Dia do Trabalhador no Vale do Anhangabaú, a Ciclofaixa de Lazer do Centro-Luz não será ativada. Os ciclistas que deverão realizar o retorno na Avenida Liberdade, canteiro central, junto à Rua da Glória, e na Praça Roosevelt.

Devido ao evento “1º de Maio da Força Sindical” na Praça Heróis da FEB, estará suspenso o funcionamento da Ciclofaixa de Lazer da Zona Norte nos trechos da Avenida General Ataliba (entre a Rua Doutor Zuquim e a Rua Voluntários da Pátria), da Avenida General Pedro Leon Schneider (entre a Rua Voluntários da Pátria e Avenida Santos Dumont) e da Avenida Santos Dumont (entre a Avenida General Pedro Leon Schneider e Avenida Braz Leme). A ciclofaixa continuará permitindo o acesso ao Parque da Juventude situado na Avenida Ataliba Leonel e ao SESC Santana situado na Avenida Luís Dumont Villares; a ativação ocorrerá normalmente na Avenida General Ataliba Leonel, entre a Rua Doutor Zuquim e Avenida Luis Dumont Villares, e na Avenida Luis Dumont Villares, entre a Avenida General Ataliba Leonel e Rua Tomé Portes. O horário de ativação da ciclofaixa não será alterado, funcionando das 7h00 às 16h00.

Domingo (04/05)

Devido à realização da “Corrida Track & Field Shopping Villa Lobos – 2ª Etapa 2014”, também estará suspensa, das 7h00 às 10h00, a Ciclofaixa de Lazer Sul/Oeste, no trecho entre o Parque Villa Lobos e a Avenida Afrânio Peixoto. O retorno para os ciclistas será feito na Avenida Afrânio Peixoto (próximo à Rua Alvarenga). Na outra extremidade, deverão circular somente dentro do Parque Villa Lobos.

Desativação total, em período integral, da Ciclofaixa de Lazer da Paulista e Centro-Luz para realização da 18ª Parada LGBT e seu show de encerramento. A ciclofaixa não será ativada, portanto, na extensão da Avenida Paulista, Avenida Bernardino de Campos, Viaduto do Chá, Rua Barão de Itapetininga, Praça da República, Avenida Vieira de Carvalho, Largo do Arouche, Rua Marconi, Praça Dom José Gaspar, Rua Xavier de Toledo, Avenida São Luis, Rua da Consolação e acesso ao Elevado Costa e Silva. A ciclofaixa irá operar normalmente no trecho da Rua Vergueiro e Avenida da Liberdade, onde os ciclistas deverão realizar o retorno no canteiro central, junto à Rua da Glória.

As demais Ciclofaixas de Lazer terão funcionamento normal, das 7h00 às 16h00.

Ciclofaixas de Lazer

A malha cicloviária da cidade de São Paulo possui 245,3 quilômetros de extensão, caracterizada pela presença de diferentes tipologias voltadas para o trânsito seguro de bicicletas, como ciclovias, ciclofaixas operacionais de lazer, ciclofaixa definitiva e rotas de bicicletas. Só de ciclofaixas de lazer são 120,8 Km, distribuídos da seguinte forma:

Ciclofaixa de Lazer Sul/Oeste (também conhecida como Ciclofaixa entre Parques) – liga os parques das Bicicletas, do Ibirapuera, do Povo, Villa-Lobos, Avenida Chedid Jafet, Rua Funchal, Avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini e Avenida Jornalista Roberto Marinho (até o futuro Parque Clube do Chuvisco) – 45 quilômetros de extensão. Os primeiros 10 km inaugurados em 2009.

Ciclofaixa de Lazer da Zona Norte – inaugurada em março de 2012, liga a Praça Heróis da F.E.B. à Estação do Metrô Parada Inglesa, permitindo acessar também o Parque da Juventude – 8 quilômetros de extensão (4 km em cada sentido); em outubro/2012 entrou em operação o prolongamento interligando a ciclofaixa à Ciclovia Braz Leme. O percurso é feito pela Avenida Santos Dumont e possui 500 metros de extensão nos dois sentidos. Extensão total, 8,5 km.

Ciclofaixa de Lazer da Zona Leste – liga a Avenida Governador Carvalho Pinto ao Parque Linear Engenheiro Werner Zulauf-Tiquatira – 14 km de extensão (7 km em cada sentido). Aberta ao publico em março de 2012.

Ciclofaixa de Lazer Paulista-Centro-Ibirapuera – O circuito completo totaliza 42,1 km de extensão. Na Avenida Paulista, a ciclofaixa é operada em toda a avenida, em ambos os sentidos, ligando a Rua da Consolação à Praça Osvaldo Cruz. Esse trecho é interligado ao Centro através do eixo Vergueiro-Liberdade. Ao chegar à região central, o percurso original passa por pontos turísticos históricos, como o Teatro Municipal, o Viaduto do Chá, o Mosteiro São Bento, as praças Dom José Gaspar, Franklin Roosevelt e da Luz, conectando-se ao Elevado Costa e Silva. Neste final de semana estará parcialmente desativado. O percurso chega também até a região do Ibirapuera pelo eixo Vergueiro-Domingos de Morais – Jabaquara-Indianópolis.

Ciclofaixa de Lazer Guarapiranga – possui 11,2 km, sendo 0,6 km entre a Ciclofaixa Zona Sul/Oeste (também conhecida como Ciclofaixa entre Parques) e a Ciclovia do Rio Pinheiros, e 10,6 km interligando a Ciclovia do Rio Pinheiros à Ciclovia Parque Praia São Paulo, junto à Represa Guarapiranga no extremo Sul da Cidade.

Além de interligar estas duas ciclovias, a ciclofaixa de lazer Guarapiranga possibilita que os ciclistas que utilizam a Ciclofaixa de Lazer entre Parques das Zonas Oeste/Sul acessem a região da Represa Guarapiranga, assim como a população residente dessa parte da cidade chegue pedalando à região do Parque do Ibirapuera, da Avenida Paulista e do Centro.

Para tanto, os ciclistas devem utilizar boa parte do trajeto pela Ciclovia do Rio Pinheiros (30 km nos dois sentidos), acessando pela entrada junto à Estação Vila Olímpia da CPTM (desde a passarela da EMAE) até seu final na Av. Miguel Yunes, junto à Ponte Vitorino Goulart.

 Recomendações ao Público

– Respeite a sinalização;

– Por trata-se de uma ciclofaixa de lazer a ser utilizada pelo público em geral (adultos, crianças e idosos), não se destina à prática de atividades desportivas de ciclismo, devendo ser percorrida em velocidade compatível;

– Se necessitar pedir informações, proceda de forma a não atrapalhar a fluidez;

– É proibida a utilização da ciclofaixa por pedestres, patinadores e skatistas;

– Motorista, não estacione em locais proibidos, frente a guias rebaixadas, em canteiros centrais, em fila dupla ou onde haja canalizações com cones e cavaletes;

– Motorista, não embarque ou desembarque em fila dupla ou afastado da calçada;

– Motorista, ao avistar a canalização de orientação na pista, reduza a velocidade dos veículos para maior segurança;

– Caso não se dirija às regiões, busque utilizar vias alternativas, evitando passar nas imediações do evento.

Fale com a CET – Ligue 1188. Atende 24 horas por dia para informações sobre trânsito, ocorrências, remoções, reclamações e sugestões

Vamos pedalar!!!

Fonte: CET SP