Olá,

Aquelas músicas que você mais gosta dos anos 1980 e 1990 foram embaladas numa roupagem carnavalesca recheada de batuque, sob o comando do bloco oficial de carnaval da festa Ploc. O bloco se apresenta pela primeira vez no carnaval carioca e, segundo Luciano Vianna, criador da marca Ploc, o repertório foi elaborado por 14 ritmistas.

Fã de MJ

Fãs de Michael Jackson fizeram a festa Alessando Lo Bianco

Cerca de duas mil pessoas já se encontram na Praça Barão de Drummond, em Vila Isabel, após uma manhã animada pelo Trhiller Elétrico, que saudou o rei do pop Michael Jackson, e se animam com as batucadas de sambas-enredo retrô até clássicos do funk, trash, infantil e rock das décadas de 1980 e 1990. O grupo foi apadrinhado pelo cantor Silvinho Blau Blau e traz duas paquitas que chegam como rainhas do bloco.

“Somos parceiros desde a primeira edição da festa. Muita gente estourou nos anos 80 com sucessos que extrapolaram as fronteiras do Brasil, e acho que fui convidado como ícone dessa geração, pois a verdade é que sempre imprimi na minha carreira uma forma onde eu pudesse viver do meu trabalho. Esse é o segredo da longevidade. É você ter a certeza que não fará e não terá nenhuma outra profissão a não ser aquela que o seu coração escolheu” disse o cantor.

A organização da Ploc distribuiu 800 espadas de plástico do herói infantil He-Man para o ápice da festa.

“Pediremos para todos levantarem suas espadas quando tocarmos a música do desenho, para que essa festa maravilhosa veja quem realmente tem a força!”

Concurso de Moon Walker anima fãs e foliões

O bloco Thriller Elétrico, criado em homenagem ao rei do Pop Michael Jackson, deu o tom da festa na Praça Barão Drummond, em Vila Isabel, onde cerca de mil pessoas animaram a manhã de domingo. O repertório, levado por 50 ritmistas, segundo o organizador do bloco Antônio Elias Saviani, foi caprichado para que os fãs matarem a saudade do ídolo. Já na concentração, hits como Billy Jean, Thriller, Bad, I want you back e Of the wall, contagiaramn o público.

As músicas foram apresentadas em versão de Funk, Samba, Reggae, chote e cirandas. A grande novidade do bloco foi o concurso de Moon Walker, que elegeu o folião Robson Viana de Oliveira como o melhor representante do passinho imortalizado pelo rei do pop, marca registra de Michael Jackson.

“Não sabia que ia ter esse concurso. Quando anunciaram no microfone eu corri para a fila no palco e não acredito que fui o mais aplaudido de todos! Foi a primeira vez na minha vida que me vi sendo aplaudido andando pra trás” vibra Robson, morador do Santíssimo e integrante do fã clube MJFC Brasil, que ainda trouxe uma dica para quem quer realizar o passo com perfeição:

“A dica é assistir ao próprio Michael Jackson dançar, de preferência nos shows de música ao vivo, quando ele melhor executa o passo” frisa.

Diferente do ano anterior, o bloco também decidiu prestar homenagem aos Jackon Five, já demonstrando que alguns foliões vieram afiados com as coreografias. Durante a passagem de som da canção ABC, muitos dançaram. Fãs de Michael Jackson, Vera Ledelenco, Weliton Bastos, Ana Flávia Bastos e Alexandra Varj chegaram cedo, vestidos de Família Adams, em homenagem ao famoso videoclipe Thriller.

“Viemos de monstros e elaboramos nós mesmos as fantasia com o que tínhamos em casa e vamos ficar até o final mergulhando nesta magia de Carnaval. Sabemos que o Michael foi muito querido nesta país, principalmente depois que esteve no Dona Marta. E a figura dele ainda é muito acesa entre os cariocas” disse Alexandra.

O bloco encerrou sua apresentação por volta das 13h.

Michael Jackson nunca pulou tanto o Carnaval com agora.

Lyllyan

Fonte: O Globo