Olá,

Um plano de cobrança de pedágio apresentado nesta semana para a estrada que leva à praia de Castelhanos, um dos pontos mais preservados do litoral norte de SP, virou alvo de polêmica em Ilhabela.

A Fundação Florestal, que administra o parque estadual cortado pela via, pretende cobrar R$ 24 de carros de Ilhabela e R$ 80 de veículos de outros municípios na estrada de terra de 23 km.

Até pedestres devem ser taxados: R$ 3 para moradores de Ilhabela (menos de Castelhanos) e R$ 10 para turistas.

A proposta foi apresentada anteontem a órgãos de turismo, associações e à prefeitura de Ilhabela e deve passar por novas discussões.

Para o prefeito Toninho Colucci (PPS), os valores são “extremamente altos”. “É uma perda imensa para o turismo”, afirma.

Já o vice-presidente do Comtur (que reúne empresas de turismo), Raymundo Araújo, diz não ver outra opção.

“É caro? Sim. Por outro lado, quem viaja em parques no mundo inteiro sabe que eles cobram a entrada. Precisava melhorar a estrada.”

Em nota, a Fundação Florestal diz que a cobrança “está sendo discutida e aguarda publicação de portaria específica” para entrar em vigor. Afirma que a proposta faz parte do plano de implantação da estrada, que começou a ser discutido em 2008 e no qual já foram aplicados R$ 5 milhões.

Os valores arrecadados devem contribuir para bancar a operação da estrada-parque (além de reforma da guarita e instalação de câmeras de segurança, por exemplo).

Hoje, o acesso a Castelhanos é limitado a 107 carros por dia (42 veículos particulares e 65 jipes cadastrados).

Aos poucos o ser humanos tem perdido o direito de ir e vir…

O Brasil é o país que mais recolhe impostos… Até noutro dia tínhamos que pagar CPMF para movimentar nosso próprio dinheiro…

Já não basta Fernando de Noronha, agora praia dos Castelhanos.

Fonte: Folha