Olá,

A autobiografia de Corey Feldman é mais uma que promete dar o que falar. Em “Coreyography”, o ator conta que sofreu abuso sexual no set de filmagem de “Os Garotos Perdidos” em 1987.

Ele fala que Corey Haim, ator que foi seu parceiro em vários filmes e inclusive estrelaram juntos um programa de TV chamado The Two Coreys, disse que eles tinham que agradar os homens mais velhos da indústria do cinema, para conseguirem papéis de destaque.

Feldman também fala sobre como Haim era inocente, ele considerava normal ter relações sexuais com pessoas da produção e não sabia que estava sendo abusado.

“Isso é normal, todos os caras fazem. Então, você acha que devemos brincar assim também?”

O autor de “Coreyography” lembrou que Corey Haim era muito ambicioso, e que ele não media os atos para conseguir sucesso em sua carreira. Em resposta à pergunta de Haim, Feldman teria dito:

“Não, isso não é o que as crianças fazem, cara.”

Ainda segundo o livro de Feldman, o ator conta que o homem que fez o abuso ainda está na indústria do cinema — e ainda faz muito sucesso.

Corey Haim foi encontrado morto em seu apartamento em 2010, depois de ser especulado que a causa teria sido overdose, foi confirmado que o motivo foi uma pneumonia, junto com problemas cardíacos.

Como era usuário de drogas, Feldman contou que uma vez que estava sob efeito foi forçado a fazer o que não queria e quando percebeu, viu que não teria mais nada a fazer  para enfrentar o homem da produção.

Corey Feldman já foi internado três vezes por dependência de drogas e os filmes mais famosos estrelados por ele foram “Os Goonies” e “Conta Comigo”. A autobiografia “Coreyography” será lançada no dia 28 de outubro nos Estados Unidos.

Como o Corey é de Lua, por um momento cheguei a pensar que ele falaria de Michael Jackson neste relato…

Ele deveria contar quem é o cara que abusou dele e do Corey Haim, já que, o cara ainda esta trabalhando…

Lyllyan

Fonte: R7