Olá,

Os Estados Unidos alegam que a luva que Michael Jackson usou em alguns concertos e no videoclip de “Thriller” foi comprada por dinheiro sujo por Teodoro Nguema Obiang Mangue, filho de Teodoro Obiang Nguema Mbasogo, presidente da Guiné Equatorial.

Batalha jurídica por causa de luva de Michael Jackson

O caso já tem 28 meses, mas esta segunda-feira volta ao tribunal de Los Angeles para uma nova audiência, avança a Sky News. Segundo a ação, Teodoro Nguema Obiang Mangue, que foi nomeado ministro do ambiente pelo pai, acumulou um patrimônio superior a 300 milhões de dólares, apesar de ganhar 100 mil por ano pelo cargo que desempenha.

A viver dos Estados Unidos desde 1991, Teodoro Nguema Obiang Mangue é acusado de lavagem de dinheiro sujo em bancos de todo o mundo. Em 2011, as autoridades norte-americanas apreenderam-lhe vários bens no valor de 71 milhões de dólares. No ano passado, a França apreendeu uma mansão em paris, onde se encontraram milhões em bens de luxo. No entanto, em abril do ano passado, um juiz da Califórnia considerou a decisão anterior inválida, defendendo que o governo norte-americano não provara que o dinheiro vinha de esquemas ilegais na Guiné Equatorial, onde nunca fora acusado de qualquer crime.

A luva de Michael Jackson terá sido adquirida há três anos num leilão em que Teodoro Nguema Obiang Mangue comprou outros pertences de Michael Jackson, que morreu em 2009, com uma overdose de anestésicos.

Se não era para vender para qualquer um, não fizessem um leilão, pois qualquer um que tem dinheiro e interesse compra o item leiloado, fato.

Se a família gostasse de verdade de Michael não teria leiloado tantos objetos e sim feito um local para preservar seu legado.

Lyllyan

Fonte: Diário de Notícias Globo