Olá,

A mãe de Michael Jackson declarou na segunda-feira, 22/07/2013 que ela não acredita que seu filho tenha qualquer responsabilidade em sua própria morte.

Katherine Jackson respondeu uma pergunta do advogado Marvin Putnam, que representa a AEG Live LLC.

Katherine Jackson, 83, está processando a AEG Live, alegando que a empresa não investigou devidamente Dr. Conrad Murray, que mais tarde foi condenado por homicídio culposo por dar ao cantor uma dose fatal de propofol.

Putnam disse aos jurados durante as declarações de abertura do processo de negligência em abril que o caso era centrado na responsabilidade pessoal do cantor, mais especificamente na decisão de Michael Jackson pedir Murray administrar propofol como um auxílio para dormir, enquanto se preparava para seus shows.

AEG Live nega que contratou o médico ou tem qualquer responsabilidade pela morte de Michael Jackson.

Katherine Jackson disse que acredita que AEG Live contratou Murray, e não seu filho. Ela disse que nunca ouviu falar do cardiologista até que seu filho morreu, e indicou que ela sentiu Murray foi responsável pela morte de seu filho.

“Mesmo que ele pediu, ele poderia ter dito não”, disse Katherine Jackson sobre Murray.

Ela disse que pediu aos promotores para deixar um pedido de restituição de cem milhões dólares contra Murray porque ele tem vários filhos.

“O dinheiro irá para as crianças”, disse ela.

Putnam também pediu para Katherine Jackson falar sobre os pagamentos que seu filho deu a ela durante longo anos. Ela disse que ele pagava diretamente muitas das suas despesas em sua casa e que, ocasionalmente, dava-lhe dinheiro como um presente.

Katherine Jackson disse que não mantinha o controle dos pagamentos e ela parecia ficar irritada com as perguntas do advogado.

“O que isso tem a ver com a morte de meu filho?”, ela perguntou para Putnam.

O advogado também perguntou para Katherine Jackson sobre as conversas que ela teve com seu filho sobre o uso de medicamentos prescritos.

Ela disse que perguntou a ele sobre isso quando ele morava em Las Vegas e ele negou que ele estava abusando de medicamentos de prescrição.

“Eu sou uma mãe, naturalmente ele negou”, disse ela. “Ele não queria que eu pensasse nisto.”

Ela disse que estava ciente de que seu filho tomava medicamentos para a dor nas costas e para o couro cabeludo depois que ele sofreu lesões em sua carreira. Ela disse que nunca viu sinais de que seu filho estava abusando de medicamentos, inclusive quando ela e vários de seus filhos foram até o Rancho Neverland para uma intervenção.

Seu filho estava bem, mas chateado que eles pensaram que ele tinha um problema.

Katherine Jackson começou seu depoimento na sexta-feira, 19/07/2013.

Ela chorando disse aos jurados que Michael foi seu principal meio de apoio financeiro ao longo de sua vida.

“Michael cuidou de mim, de todas as minhas necessidades, o meu cada quer”, disse sexta-feira. “Ele me deu tudo.”

Michael Jackson é joia rara, manteve toda a família durante toda a sua vida e quando ele precisou de dinheiro nenhum dos irmãos o ajudou.

Lyllyan

Fonte: CTV News