Olá,

Katherine Jackson testemunhou em seu processo de homicídio culposo contra a AEG Live … É devastador para ela  ouvir das testemunhas e dos advogados se referindo ao seu falecido  filho como “preguiçoso” e uma “aberração”.

0719-katherine-jackson-tmz

Ela disse: “É difícil sentar aqui no tribunal e ouvir todas essas coisas … Meu filho estava doente e ninguém estava tentando ajudá-lo.”

Quando ela conheceu o Dr. Conrad Murray – o homem que matou Michael Jackson com uma dose fatal de Propofol – ela disse que pensou imediatamente que o médico não era a pessoa certa para cuidar de seu filho.

Ela disse: “Meu filho precisava de um outro médico.”

Katherine está tentando provar que a AEG Live foi negligente na contratação e na supervisão Dr. Murray, e é, portanto, responsável pela morte do cantor.

Tem que pegar quem falou e fala isto e entregar para Deus, sabe!!! Bando de lixo!!!

Lyllyan

Fonte: TMZ