Olá,

Um dos advogados da AEG Live cometeu um erro embaraçoso no julgamento da morte injusta de Michael Jackson , confundiu Nancy Grace com a  ex-babá dos Jacksons.

A confusão aconteceu na quinta-feira, 11/07/13 quando a advogada Kathryn Cahan interrogava Taj Jackson – sobrinho mais velho de Michael Jackson – que havia acabado de descrever um relacionamento íntimo e encantador entre o ícone pop falecido e seus três filhos.

Taj Jackson pensou em Grace Rwaramba – que serviu por anos como babá de Prince, Paris e Blanket Jackson – você era “desonesto às vezes”, perguntou Cahan.

O juiz ordenou que ele respondesse, anulando objeções do advogado da família Jackson que a questão era irrelevante para o caso.

“Eu ainda não experimentei a desonestidade”, respondeu TJ.

Cahan, em seguida, apresentou algo que aparentemente pensou que iria desacreditar o depoimento de TJ, mostrando que ele não estava sendo honesto. Era uma mensagem de “TwitLonger” publicado on-line por ele em 11 de dezembro de 2011. TwitLonger é um serviço que permite aos usuários postar mensagens mais longas no Twitter.

Taj Jackson estava discutindo o seu desagrado com o jornalista Roger Friedman, que ele chamou de “anti-Jackson” e uma “cobra sorrateira”.

“Desculpa … mas há um par de pessoas que realmente me enojam. E para mim, ele pertence à mesma categoria que Grace, Dimond e Bashir”, escreveu ele.

Será que esse documento irá refrescar a lembrança de sua opinião sobre Grace Rwaramba, Cahan perguntou.

“Isso não é igual”, ele respondeu. “Isso é Nancy Grace!”

Em alguns segundos o tribunal foi a gargalhadas.

Dimond é Diane Dimond, um jornalista que escreveu um livro sobre o julgamento por abuso sexual infantil de Michael Jackson e é impopular no meios dos fãs de Michael, e Bashir, é Martin Bashir que é o jornalista que realizou uma série de entrevistas com Michael Jackson que os fãs o culpam por desencadear as acusações de abuso sexual de 2003.

Graça Rwaramba é esperada para depor na próxima semana sobre suas observações da relação de Michael Jackson com seus filhos.

Se os jurados decidirem que AEG Live é responsável por danos na morte de Michael Jackson, eles vão ter que colocar um valor monetário no sofrimento emocional seus filhos. Duas notas manuscritas encontradas no quarto de Jackson pela família foram lidas para os jurados quinta-feira em um esforço para demonstrar o amor.

Taj Jackson mostrou um bilhete manuscrito por Paris, que tinha 11 anos quando seu pai morreu: “Querido papai, eu te amo tanto e eu estou tão feliz que eu tenho um abraço de boa noite durma bem, eu te amo e boa noite eu… vou vê-lo amanhã. XOX Boa noite. muito amor Paris Jackson “.

E o outro bilhete escrito por Michael Jackson:Palavras de Blanket meu filho, seis anos de idade.Quais são as suas letras preferidas Papai? As minhas são: “D” de Deus e “P” de “papai”. 6 anos. Blanket.”

A advogada da família Jackson, Deborah Chang disse que os bilhetes mostrava como Michael era um pai dedicado aos seus filhos uma vez que ele teve tempo para escrever o que seu filho disse.

Um especialista em economia de entretenimento estará no tribunal na próxima segunda-feira, Arthur Erk, Certified Public Accountant, que audita os ganhos de alguns dos maiores artistas do mundo, vai dar a sua opinião sobre a renda que Michael Jackson teria ganhado se não tivesse morrido de uma overdose de propofol enquanto se preparava para uma turnê de retorno, há quatro anos.

bilhetes escritos por Michael Jackson e Paris Jackson foram apresentados no julgamento

Isto mostra como os advogados da AEG Live estão preparados…

Lyllyan

Fonte: CNN