Olá,

O coreógrafo Wade Robson, que já trabalhou com estrelas como Britney Spears e Pink, entrou com pedido de indenização em maio, contra os administradores da fortuna de Michael Jackson, alegando ter sofrido abuso sexual do Rei do Pop, quando era criança.

Foi revelado esta semana que Michael “profetizou” que Wade se tornaria um diretor de cinema maior do que Steven Spielberg, duas vezes vencedor do Oscar. Uma previsão sinistra, que finalmente levou o acusador de abuso sexual a ter um colapso nervoso e revelar o alegado abuso, que teria ocorrido durante sete anos.

De acordo com documentos arquivados na Suprema Corte de Los Angeles e obtido pela Radar Online esta semana, Wade, 30, foi contratado no início de 2011 para dirigir um filme de dança de “grande orçamento” que Michael Jackson já havia ‘profetizado’ que Wade faria.

Mas em abril de 2011, sobrecarregado com o estresse e a ansiedade, Robson se viu incapaz de trabalhar e abandonou o projeto do filme, segundo escreveram seus advogados no processo que pede indenização do patrimônio de Michael Jackson.

Após abandonar “a maior oportunidade de sua vida”, Wade visitou um psicólogo cognitivo por cerca de um mês em uma tentativa de entender por que sua vida estava tão confusa, sem no entanto discutir com ele as atividades sexuais da infância com o falecido pop star.

Meses depois, Wade começou a trabalhar novamente , antes de sofrer um “colapso total”, no final de março de 2012.

Ele tem sido incapaz de trabalhar desde então, segundo o processo.

Durante a crise e em meio a estresse, ansiedade, medo e depressão, Wade disse a um psicólogo, pela primeira vez, que Michael Jackson abusou dele por sete anos, dos sete aos quatorze anos.

“Essa constatação deu início a uma enorme reviravolta, psicológica e emocional na minha vida que continua até hoje”, Wade, que nasceu na Austrália, escreveu em sua declaração ao tribunal.

Ele também lembrou que a conversa fatídica com o Rei do Pop sobre Spielberg.

Em algum ponto durante uma viagem para Los Angeles em 1990, “Doe 1 [Jackson] me deu o apelido de “Little One”. Ele continuou a me chamar por esse nome até sua morte em 2009. Ele também começou a encher minha cabeça com frases como “viva como em um livro de estórias” e “seja imortal”. Ele também profetizou que um dia eu seria um cineasta maior do que Steven Spielberg. Para mim, Doe havia escrito o meu destino. “

Wade disse também na declaração:

“Desde que comecei a falar sobre o abuso, tudo na minha vida mudou. Eu não estou mais no ramo do entretenimento e nunca poderei estar novamente. Eu preciso de uma nova vida para mim e minha família, essa ação civil, é parte do processo.”

Mas não é que o Michael Jackson acertou nas profecias?!

De fato Wade Robson virou um grande contador de estórias e se o Spielberg não tomar cuidado, o Wade toma o lugar dele porque imaginação é o que Wade mais tem para criar estórias… E Michael acertou mais uma, Wade ficará imortal, porque os fãs nunca mais vai esquecer deste ordinário…

Como ele não conseguiu mais emprego,  o processo é a salvação?! Conta outra… Tenho certeza que a AEG está atrás de tudo isto só para tentar recuperar o dinheiro que ela pode vir a perder no julgamento… É uma raça bandida! 

Lyllyan

Fonte: OFuxico