Olá,

Paris Jackson está internada na ala psiquiátrica do hospital UCLA desde que tentou suicídio no começo do mês de maio, mas segundo o jornal “New York Post”, isso não impediu a jovem de testemunhar no processo que sua família move contra a gravadora AEG Live, que cuidava da carreira de seu pai, Michael Jackson. Mesmo em tratamento, ela teria dado seu depoimento através de um vídeo.

Paris Jackson (Foto: Instagram/ Reprodução)

Liderados pela avó, Katherine, que detém suas guardas, Paris e os irmãos entraram na Justiça alegando que a empresa pressionou demais Michael nos ensaios de sua turnê “This Is It” e não se empenhou nas investigações contra o médico Conrad Murray, que acabou condenado a quatro anos de prisão e está preso.

Eles pedem US$ 10 bilhões por todos os futuros lucros que o pai teria gerado caso ainda estivesse vivo e mais US$ 50 milhões por danos variados.

Marvin S. Putnam, um dos defensores da AEG, comentou o arrolamento de Paris como testemunha e pediu respeito à privacidade da jovem. “Tem uma pessoa real envolvida aqui. É uma menina de 15 anos envolvida em uma tragédia incrível, que nenhum de nós sabe exatamente por que aconteceu”, declarou.

Esta demorando a Paris sair do hospital, isto significa que o caso não é tão simples.

Lyllyan

Fonte: EGO