Olá,

A Comissão de Direitos Humanos, presidida deputado federal Marco Feliciano, aprovou nesta terça-feira (18) o projeto apelidado como “cura gay” que autoriza tratamento psicológico ou terapia para alterar a orientação sexual de gays.  A decisão gerou revolta em alguns famosos, que se manifestaram através de suas redes sociais.

“Em choque #cura gay #não sou doente #fora, Marco Feliciano #revolução”, escreveu a cantora Preta Gil. “Depois de ontem ler isso… Muito triste”, disse o ator Bruno Gagliasso, que inclusive participou nesta segunda das manifestações contra o aumento da passagem.

“Estava em dúvida se a chinelada que dei ontem no [Marco] Feliciano era merecida. Não estou mais”, brincou o apresentador Marcelo Tas. Já o cantor Tico Santa Cruz tem outra teoria a respeito da aprovação: “Deixem de ser tolos! Esta ‘aprovação da cura Gay’ não tem nenhuma representatividade real! É para desviar o foco das mobilizações!”.

Eu diria que é só mais um assunto para entrar no meio destes protestos …

A cidade de SP vira um caos do fim da tarde para à noite, ninguém consegue ir para lugar algum.

Fonte: Virgula