Olá,

Wade Robson disse que a única razão pela qual ele mudou a sua história acusando Michael Jackson de ter abusado dele sexualmente dos 7 aos 14 anos é porque Michael Jackson tinha uma campanha de manipulação para mantê-lo em silêncio, especialmente durante o julgamento por abuso sexual infantil de 2005.

051613_wade_robson_today_v2_launch

Wade foi entrevistado pela NBC Today por Matt Lauer nesta manhã e disse, Michael “realizou atos sexuais em mim e me obrigou a realizar atos sexuais com ele a partir dos 7 anos até os 14 anos.”Wade alegou que ele testemunhou em 2005 dizendo que Michael não fez nenhum abuso sexual com ele, porque Michael disse-lhe o que eles estavam fazendo era “uma expressão de amor” e acrescentou: “se você nunca dizer nada a ninguém do que estamos fazendo, tanto nossas vidas e nossas carreiras irão acabar.”

051613_wade_lied_launch

Wade disse que … “Pela primeira vez na minha vida eu comecei a perceber que meus sentimentos estavam completamente entorpecidos e inexplorado em relação ao que Michael fez comigo e poderia ser um problema e talvez eu precise falar com alguém sobre isso.”

Curiosamente, Robson negou reprimir lembranças do suposto abuso, e disse que ele era apenas “completamente incapaz psicologicamente e emocionalmente e não queria entender que era abuso sexual.”

Robson acrescentou que não é desculpa para o alegado abuso, mas ele acreditava que Michael era um “homem perturbado”, que era um talento incrível, mas “também um pedófilo.”

Espólio de Michael Jackson disse que as alegações do Robson é um “ultrajante e patético” e ele só quer dinheiro.

Wade disse na TV que ele nunca se esqueceu do que Michael Jackson fez para ele… Ele só não sabia que era errado, até recentemente, mas o testemunho de Wade em 2005 sugere que, se ele não se esqueceu do que aconteceu , porque ele teria mentido.

No julgamento do caso de abuso sexual de 2005, Wade recebeu perguntas muito específicas sobre o contato físico que teve com o Michael Jackson.

O Procurador Ron Zonen  fez o interrogatório com Wade::

– Zonen: Mr. Jackson o beijava periodicamente.
– Robson: Não
– Zonen: Periodicamente o abraçava?
– Robson: Sim
– Zonen: Tocava em você?
– Robson:  Me abraçava.
– Zonen: Alguma vez ele beijou seus lábios
– Robson: Não
– Zonen: Em algumas ocasiões você ficou na cama com o Sr. Jackson, você se aconchegava com ele na cama?
– Robson: Não
– Zonen: Você mentiria um para o outro?
– Robson: Não
– Zonen: Você gostaria de ser tocado?
– Robson: Não

Wade contou que “nunca se esqueceu do Michael fez com ele” … Ele só não sabia que era errado. Então, se ele nunca se esqueceu, porque ele mentiu sobre isto ou o que ele ele fazer isto agora? Pergunta justa.

A história do Wade é tão sem lógica, que a meu ver, ninguém consegue acreditar em nenhum palavra dele, nem a mídia…

Como é que uma pessoa começa a ser abusada quando tinha 07 anos, ou seja, 1983 e para de ser abusado somente em 1997 quando completou 14 anos (lembrando que neste período Michael  estava casado com a Debbie e sendo pai do Prince) não denunciou nada?

E como é que ele não se lembra dos detalhes do abuso? Ele respondeu que a sua memória ficou reprimida…

O Wade teve duas oportunidade de contar sobre o abuso, em 1993 e depois de 2003 à 2005, e porque não o fez? Veio fazer a alegação 04 anos após à morte e no momento que a AEG Live poderá perder o processo?

A propriedade deveria chamar Tom Mesereau para este caso, num instante ele acaba com esta palhaçada do Wade.

Lyllyan

Fonte: TMZ

Robson, 30 anos, alegou que o cantor abusou sexualmente dele na infância e pede indenização aos donos do espólio. O coreógrafo teria conhecido Michael Jackson aos cinco anos. Aos 7 anos, ele começou a dormir algumas vezes no rancho Neverland e outras casas de Michael em Los Angeles e Las Vegas. O contato durou até Wade completar 14.

Em processo judicial de 2005, de acordo com o TMZ e com reportagem do “New York Times” da época, Robson negou ter sofrido abuso sexual por Michael Jackson. No mesmo processo, a ex-empregada do cantor teria dito que viu os dois tomando banho juntos quando o coreógrafo tinha oito ou nove anos.

Durante o NBC Today, Robson disse que somente trouxe a história à tona agora porque foi obrigado a ficar em silêncio por Michael durante o julgamento por abuso sexual infantil, em 2005. Michael teria dito a ele que tudo era “uma expressão de amor” e que vida e carreira dos dois acabariam se ele contasse o que eles estavam fazendo para alguém.

O coreógrafo ainda acrescentou que ele acredita que Michael era um “homem perturbado”, que tinha um talento incrível, mas “também era um pedófilo”.