Olá,

Fã incondicional de Michael Jackson, o destino fez questão de unir Leilah Moreno ao espetáculo Thriller Live, que estreou na última sexta-feira (10), em São Paulo, no Credicard Hall. A estrela, que é a única cantora brasileira na produção, perdeu os primeiros testes por estar trabalhando na TV, chorou muito e, por sorte ou destino, acabou tendo uma chance de disputar um papel no musical, que foi criado em Londres, visto e aprovado pelo próprio rei do pop.

Leilah Moreno está no musical 'Thriller Live' Foto: Bruno Santos / Terra

“No começo, não foi fácil, porque teve um teste com 40 meninas e nenhuma passou. Pensei: ‘eu sou a última, vou chegar lá e, se quarenta não passaram, eu também, provavelmente, não vou passar. O pessoal deve ser muito exigente’. Então, eu já cheguei tensa, quase triste. Quando cantei a primeira música, eles já me escolheram. Aí eu me acabei de felicidade. Eles falaram que o critério para escolher o elenco era ser aquele artista que eles sabiam que o Michael escolheria. Então, foi muito gratificante saber que, de repente, eu seria escolhida por ele”, afirmou em entrevista exclusiva ao Terra.

A estreia de Leilah nos palcos paulistanos acontece só no domingo (12), já que a atriz divide o papel com Zoe Birkett, grande estrela dos musicais de West End, em Londres. Em uma das cenas do espetáculo, quando cantaI’ll Be There, Leilah aparece à bordo de um vestido vermelho com decote ousado e muito brilho, evidenciando a boa fase que ela vive. A boa forma, ela garante, foi adquirida nos ensaios.

“Me preparei fisicamente nos ensaios. Já não tinha tempo para ir na academia.  Era muita dança mesmo. A dança ajudou a gente a se preparar em tudo. No canto, tínhamos ali o pessoal que orientava, mas eu sempre cantei Michael Jackson. Então, para mim, a parte de canto foi bem mais fácil”, explicou Leilah, que elege The Way You Make Me Feel e Smooth Criminal, a qual não canta, como suas preferidas no espetáculo.

Infância

Realmente, Leilah tem contato com o universo de Michael Jackson desde sempre. Aos 4 anos, ganhou seu primeiro álbum do rei do pop, Thriller (1982). Sem imaginar que um dia poderia estar em um musical sobre o ídolo, dublava as canções em algumas apresentações de uma trupe que participava. “A primeira referência musical que eu tive foi Michael Jackson”, afirmou.

“Comecei a fazer dublagem em festas. Aí, minha mãe me colocou em uma trupe e comecei a me apresentar profissionalmente, pequenininha mesmo. Fiz dublagens até os dez anos e depois comecei a cantar na banda da minha mãe. Com 13 anos, tinha minha própria banda“, contou.

A estrela disse ter “começado a vida artística” e subido ao palco “por causa do Michael”. “Não tenho outra memória, não tem outra coisa que eu me lembre. Então, para estar aqui, meio que foi a lei da atração. Quis desde pequena, de alguma forma, cantar com ele. Acho que isso que acontece hoje é o que qualquer pessoa no mundo pode chegar mais próximo do que ele fez ou do que ele foi”, opinou.

Leilah Moreno começou a aparecer ao fazer parte da banda Altas Horas, programa de Serginho Groisman, e estourou quando participou da série Antônia, também na TV Globo. Depois, atuou nas novelas Sete Pecados e Aquele Beijo.

Afastada da TV desde 2011, ela garante que não pretende abandonar a carreira de atriz, mas que, neste momento, precisa se dedicar à carreira musical, já que se prepara para o lançamento de seu novo álbum e a turnê Neon, prevista para agosto.

“Por conta do musical, tive que abdicar quase um ano de fazer TV, filmes. Tive um convite para TV, para um outro musical e para um longa. Nessa época do musical, tive que deixar”, explicou. “A partir do momento que eu acabar aqui, não posso voltar para a TV, porque estou lançando um CD, que eu já tinha deixado de stand by, por causa do musical. Nesse meio tempo, tive um convite para fazer novela, mas vou ver se consigo conciliar as duas coisas. Se não der, vou ter que dar preferência para a parte musical”, justificou.

Sucesso!!!

Fonte: Terra