Olá,

Algo cheira mal nas novas acusações de abuso sexual movida por Wade Robson contra Michael Jackson – é o que diz o famoso advogado do julgamento de Michael Jackson em 2005, Tom Mesereau, que contou que o cheiro leva em direção da AEG  Live. Atualmente, a empresa está sendo processada por Katherine Jackson.

050813_tom_mesereau_launch
Tom foi convidado para participar do chamado  “TMZ Live” momentos atrás, alegando que o timbre das acusações de Wade é extremamente suspeito – considerando-se a batalha judicial travada atualmente entre Katherine e AEG, promotora de eventos responsável pela turnê de 2009 “This Is It Tour”.
Os filhos de Michael e Katherine  estão processando AEG, alegando que a empresa é responsável pela morte de MJ por negligência na contratação de Conrad Murray para cuidar do cantor e, potencialmente, bilhões de dólares estão em jogo.

As acusações de Mesereau insinua que Wade está motivado por dinheiro e especificamente um retorno para trabalhar na AEG, que está atualmente em uma missão em colocar a reputação de Michael no lixo.

O TMZ tenta contato com os advogados da AEG para comentar o assunto, mas até agora sem retorno.

Advogado de suposta vítima de abuso diz que Michael Jackson era um monstro

Concordo plenamente com Tom Mesereau, é exatamente o que veio em minha mente… Pura armação!!!

O Wade Robson está desempregado, e como os próprios advogados da AEG Live já haviam divulgado que não iriam poupar Michael Jackson para ganhar o processo, então, nada melhor do que inventar…

Tomará que este Wave Robson seja preso por falso testemunho, já que, em 2005 ele depôs diante do juiz e se ele mentiu é crime… E o tiro sairá pela culatra!!!

Lyllyan

Fonte: T