Olá,

O julgamento referente à morte do cantor Michael Jackson em 2009 tem produzido novas revelações sobre o cantor. Na quinta-feira (2), o detetive Orlando Martinez depôs e afirmou que a família de Jackson tentou fazer intervenções para ajudá-lo a superar um suposto vício em analgésicos.

Segundo Martinez, Katherine Jackson, mãe do artista, contou a ele que tentou colaborar com o filho, mas ele recusou: “A senhora Jackson disse que a família tentou ajudá-lo, mas ele não queria saber de nada. Ela perguntou a Michael se ele estava usando drogas e ele negou”.

Katherine teria feito mais de uma tentativa de convencer Jackson largar o vício. “A família tentou fazer várias intervenções. Ela falou pessoalmente com o filho por causa das drogas“, contou Martinez em seu depoimento.

A mãe do cantor ainda disse ao investigador que conheceu o médico Conrad Murray pela primeira vez no hospital em que Jackson morreu. O médico foi condenado por homicídio culposo em 2011, por ter medicado o cantor com Profopol.

Detetive conta como suspeitou de médico no caso de Michael Jackson

Se tentaram tanto que ele se tratasse por bem e ele não quis, porque não pediram ajuda judicial para tratá-lo?

Lyllyan

Fonte: BOL Notícias