Olá,

O estudante Luiz Henrique Jacomel, de 19 anos, da cidade de Irati, localizada no interior do Paraná, resolveu fazer uma piada de mau gosto e compartilhou no Facebook um link do site MercadoLivre com referência à venda de um garoto negro.

Jovem do interior do Paraná causa polêmica ao compartilhar anúncio de venda de garoto negro no Facebook (Reprodução

“Negro africano legítimo, único dono, bom estado de saúde”, dizia o anúncio publicado no Facebook. Um dos comentários postados no perfil ainda escreve: “baratinhoo… to com a família inteira aki aushaushaus como este é o mais novo e tall… uns R$ 2,000”.

Ao visualizar a publicação, o estudante João Victor dos Reis Neto que é afrodescendente, se sentiu ofendido, pois, dias antes Luiz Henrique havia mandado o mesmo link para ele como forma de deboche. Ele então registrou um Boletim de Ocorrência, junto a Polícia Civil que já instaurou um inquérito para apurar o caso.

Segundo Jorge Luiz Wolker, delegado responsável pelo caso, ele ainda está ouvindo os envolvidos e Luiz Henrique pode cumprir pena de 2 a 5 anos de reclusão por racismo e injúria, agravados pela difusão em redes sociais.

Wolker ainda revelou que João Victor, que abriu o Boletim de Ocorrência do caso, não pretende ficar com nenhum dinheiro caso seja indenizado: “Ele pretende doar tudo para instituições de caridade”, afirmou em entrevista ao Vírgula Lifestyle.

O povo não pensa para fazer as coisas.

Fonte: Virgula Lifestyle