Olá,

O repórter fotográfico da Ansa, Alessandro Di Meo, responsável por tirar a foto do raio atingindo a cúpula da Basílica de São Pedro no dia da renúncia do papa Bento XVI, explicou nesta terça, dia 12, como conseguiu a imagem que estampou as capas dos principais sites e jornais do mundo.

“Estava chegando um temporal. Quando vi o primeiro relâmpago tive a ideia e imediatamente me posicionei embaixo da coluna. Foram quase 40 minutos lutando com a câmera e o tempo para tirar a foto que havia pensado”, explicou Di Meo.

O mau tempo atrapalhou o fotógrafo, que viu um raio atingir a cúpula antes de conseguir tirar a foto. “Enquanto limpava a lente das gotas de chuva, um primeiro raio atingiu a cúpula e não pude fazer nada além de observar impotente”, afirmou.

A foto criou grande polêmica na internet, onde muitos colocaram sua autenticidade em dúvida, chamando de fotomontagem. “Entendo que a foto possa parecer incrível, porém, sempre são feitas fotos de raios. Neste caso, a única diferença é que se trata de um raio certo no momento certo. Consegui por um pouco de teimosia e sorte”, disse o fotógrafo, desmentindo uma suposta montagem.

Pois é, acho que o céu não recebeu bem a renúncia do papa.

Fonte: Terra