Olá,

Por: André Barcinski – Folha SP

O blog da revista “The New Yorker” publicou recentemente uma matéria muito interessante sobre venda de discos no mundo (leia aqui).

O “gancho” foi a divulgação de uma nota de representantes de Michael Jackson, que dizia que o artista havia atingido a marca de um bilhão de discos vendidos. Outro número impressionante: o álbum “Thriller” teria vendido mais de 100 milhões de cópias.

A reportagem entrevistou o francês Guillaume Viera, um designer de web que, em suas horas vagas, coleta obsessivamente material sobre venda de discos em todo o mundo.

Os números calculados por Viera são bem menores. Segundo ele, “Thriller” é o LP mais vendido da história da música, mas não chega nem perto dos 100 milhões vendidos: tem “só” 66 milhões e uns quebrados.

E o número total de discos vendidos por Michael Jackson seria de 515 milhões, empatado com os Beatles, mas abaixo de Paul McCartney, que lidera a lista com 670 milhões.

Aqui vai a lista dos 30 LPs mais vendidos em todo o mundo:

1. Michael Jackson, “Thriller”: 66,200,000
2. Trilha Sonora de “Grease”: 44,700,000
3. Pink Floyd, “The Dark Side of the Moon”: 44,200,000
4. Whitney Houston, “The Bodyguard”: 38,600,000
5. The Bee Gees, “Saturday Night Fever”: 37,200,000
6. The Eagles, “Their Greatest Hits 1971-1975”: 36,900,000
7. Bob Marley, “Legend”: 36,800,000
8. Led Zeppelin, “IV”: 35,700,000
9. AC/DC, “Back in Black”: 35,700,000
10. Shania Twain, “Come on Over”: 35,400,000
11. Michael Jackson, “Bad”: 34,700,000
12. Trilha Sonora de “Dirty Dancing”: 33,300,000
13. Dire Straits, “Brothers in Arms”: 33,200,000
14. Alanis Morissette, “Jagged Little Pill”: 33,200,000
15. Fleetwood Mac, “Rumours”: 33,000,000
16. The Beatles, “1”: 32,400,000
17. Pink Floyd, “The Wall”: 31,900,000
18. ABBA, “Gold”: 31,400,000
19. Guns N’ Roses, “Appetite for Destruction”: 30,800,000
20. Simon & Garfunkel, “Greatest Hits”: 30,700,000
21. Queen, “Greatest Hits”: 30,600,000
22. Celine Dion, “Let’s Talk About Love”: 30,300,000
23. Michael Jackson, “Dangerous”: 30,200,000
24. Celine Dion, “Falling into You”: 30,200,000
25. The Eagles, “Hotel California”: 30,000,000
26. Bruce Springsteen, “Born in the U.S.A.”: 29,100,000
27. Metallica, “Metallica”: 28,900,000
28. Meat Loaf, “Bat Out of Hell”: 28,700,000
29. Trilha Sonora de “Titanic”: 28,500,000
30. The Beatles, “Abbey Road”: 28,300,000

Se nos Estados Unidos e Europa a contagem de discos vendidos é sujeita a todo tipo de erro, no Brasil a situação sempre foi caótica.

Se você perguntar para “x” pessoas envolvidas na gravação de qualquer disco no Brasil quanto vendeu tal disco, receberá “x” respostas diferentes. Ninguém sabe.

Um exemplo: na lista divulgada pela ABPD (Associação Brasileira de Produtores de Discos) dos artistas que mais venderam discos no Brasil, Tonico e Tinoco aparecem em primeiro lugar, com 150 milhões de cópias. Por mais que eu admire Tonico e Tinoco, não dá para acreditar que eles tenham vendido 30% do que os Beatles, que fizeram sucesso no mundo todo, venderam.

Em segundo lugar na lista da ABPD está Roberto Carlos, com supostos 120 milhões de discos vendidos na carreira. Mas Roberto, que tem cerca de 55 LPs lançados, entre discos de inéditas e coletâneas, não tem um LP sequer na lista dos 16 mais vendidos no país publicado no livro “Os 10 Mais”, de Luiz André Alzer e Mariana Claudino (o 1º da lista é “Músicas para Louvar o Senhor”, de Padre Marcelo Rossi, com 3,3 milhões de cópias). A conta simplesmente não fecha. E agora?

Já notaram que sempre tem “uns” que não se conforma com o sucesso de Michael Jackson? Difícil!!!

Lyllyan