Olá,

Um americano resolveu seguir muitas das empresas do seu país: terceirizar o seu trabalho para um trabalhador na Ásia por um salário menor do que o pago em terras americanas. Enquanto isso, ele ficaria lendo notícias e vendo vídeos de gatos na Internet.

Mas o plano falhou após a sua empresa abrir uma auditoria por desconfiar da invasão de um “hacker chinês”. Segundo a Verizon, empresa contratada para a auditoria, “Bob” é um programador de 40 e poucos anos e ele contratou um colega da cidade chinesa de Shenyang para fazer seu trabalho por US$ 50 mil/ano – apenas 20% do seu salário.

“O sistema mostrava “Bob” conectado na China, quando ele estava bem aqui, sentado na sua mesa”, disse Andrew Valentine, investigador-sênior da Verizon que trabalhou no caso. Segundo Valentine, o empregado era “inofensivo e calado”, mas também um programador talentoso em várias linguagens de programação.

“Se é OK para a Apple [produtora de Iphones e Ipads] e outras firmas terceirizar sua produção na Ásia, você se pergunta, por que não é para o Programador Bob? Fina questão retórica”, ironizou o jornal britânico “The Telegraph”.

É o jeitinho “brasileiro” atravessando fronteira… kkkk

Fonte: CNN e Yahoo