Olá,

Em entrevista ao site Vibe, o cineasta Spike Lee criticou o novo filme de Quentin Tarantino, “Django Livre”, que trata da escravidão nos Estados Unidos.

“Não falarei sobre o filme, porque não vou ver. Tudo o que posso dizer é que assistí-lo seria desrespeitoso aos meus ancestrais. É o que posso dizer. Não posso desrespeitá-los”, afirmou o diretor de “Malcolm X”.

“Django Livre” narra a história de um escravo que busca salvar sua mulher, vendida para um latifundiário escravocrata em meados do século XIX, nos Estados Unidos.

A estreia do longa no Brasil está prevista para o dia 18 de janeiro.

Fonte: Yahoo