Olá,

Após o massacre que deixou 26 mortos, dentre eles 20 crianças, em uma escola americana da cidade de Newtown, no estado de Connecticut, na última sexta-feira (14), o novo single de Ke$ha passou a sofrer rejeição nas rádios americanas, de acordo com o site “TMZ”.

Capa de "Warrior", novo disco da cantora Ke$ha, que contém o single "Die Young"

“Die Young” (morrer jovem, em português) estava em terceiro lugar nas paradas das rádios no dia do ataque, com 167 milhões de ouvintes, segundo a empresa de monitoramento Mediabase.

No sábado, a música perdeu 3 milhões de ouvintes e, na segunda, 19 milhões, em função da exclusão do single das playlists das emissoras, devido à temática da canção. Segundo avaliação do “TMZ”, o boicote é um caso raro, somente comparável ao período em que a banda de música country Dixie Chicks foi banida de rádios em 2003, depois de a vocalista Natalie Maines dizer que se envergonhava do Texas, do mesmo Estado do então presidente George W. Bush.

A tragédia de Newtown repercutiu no meio artístico com o adiamento da estreia de filmes nos Estados Unidos, como o novo faroeste de Quentin Tarantino, “Django Livre”,  e o novo filme de ação de Tom Cruise, “Jack Reacher –O Último Tiro”.

Hoje tudo incentiva a violência são os filmes, desenhos, games, músicas, novelas, brincadeiras, pegadinhas, enfim não tem por onde correr.

Fonte: Folha