Olá,

Uma peça de teatro em Copenhague, na Dinamarca, sobre a vida da cantora britânica Amy Winehouse foi cancelada pelo pai da artista, informou o órgão local de direitos autorais nesta segunda-feira (26).

A cantora Amy Winehouse, em foto de 2007

A peça, intitulada “Amy”, deveria estrear no Royal Danish Theatre em janeiro, mas foi cancelada porque a KODA, empresa que administra os direitos autorais de música na Dinamarca, retirou sua permissão para utilizar canções de Winehouse na peça.

“Foi o pai de Amy Winehouse que atrapalhou o processo”, afirmou o porta-voz da KODA, Nicolaj Hylten-Cavallius.

Mitch Winehouse contactou a empresa através de seu editor musical nas últimas semanas, disse.

A KODA autorizou anteriormente a performance, mas suas decisões sempre estão sujeitas a mudanças se o detentor dos direitos retirar a permissão, acrescentou.A vencedora de prêmios Grammy Amy Winehouse morreu por intoxicação alcoólica em sua casa, em Londres, em julho de 2011 aos 27 anos.

Em outubro, pouco depois do anúncio da peça, Mitch Winehouse chamou o show de “um monte de lixo” e insistiu que era apenas um meio de ganhar dinheiro, de acordo com o site do “Yahoo! UK”.

Emmet Feigenberg, diretor artístico do Royal Danish Theatre, respondeu que “a performance não será nenhuma galinha dos ovos de ouro” e seria realizada por apenas 13 vezes em um dos menores palcos do teatro, de acordo com o site.

“Lamentamos muito por isso… e não sabemos o que colocar no lugar da peça”, afirmou David Pepe Birch, um porta-voz do Danish Royal Theatre.

Escrito em dinamarquês por um grupo de 11 pessoas chamado “Det Roede Rum” (“O Quarto Vermelho”), a peça retrataria a relação de Amy Winehouse com as drogas e com o álcool e seu casamento com Blake Fielder-Civil.

A verdade é uma só, todo mundo quer ganhar dinheiro com a morte dela.

Fonte: Folha