Olá,

A estudante Isadora Faber, 13, que criou um diário virtual para contar os problemas de sua escola, em Florianópolis, teve que ir à delegacia nesta terça-feira para prestar depoimento, acompanhada de seu pai.

Professora registrou boletim de ocorrência acusando aluna da 7ª série de calúnia e difamação em SC

Uma de suas professoras citadas na página no Facebook registrou boletim de ocorrência acusando a aluna da 7ª série de calúnia e difamação.

Nunca tinha entrado numa delegacia antes, mas lá dentro todos me trataram muito bem”, escreveu a jovem na página “Diário de Classe”.

Segundo a mãe de Isadora, a produtora de vídeos Mel Faber, 45, a professora de português incomodou-se com um comentário feito no dia 24 de agosto.

“Hoje a professora de português Queila, preparou uma aula pra me ‘humilhar’ na frente dos meus colegas […] Confesso que fiquei muito triste”, escreveu Isadora à época.

A mãe da aluna disse que a professora já havia conversado com Isadora e o assunto estava encerrado. A família surpreendeu-se quando recebeu a intimação ontem.

“Ela ficou um pouco assustada (quando foi intimada), mas voltou bem contente. Foi muito bem tratada e falou o que tinha feito”, disse Mel à Folha.

A reportagem tentou falar com a diretora da escola municipal Maria Tomázia Coelho, no fim da noite de ontem, mas não conseguiu contatá-la.

Não sei se todos tem acompanhado este caso, eu também deveria ter colocado o assunto para ajudá-la por aqui, mas desde que a Isadora começou a mostra a verdade, a mesma passou a ser perseguida pelos professores e diretores da escola!!! Isto é ridículo!!!

Difamar e caluniar é deixar o dinheiro público ser desviado do foco… Já que a Isadora esta “inventando tanto” e inclusive “criando fotos” porque não divulgam as verdadeiras fotos da escola perfeita que ela estuda?

E sinceramente uma professora processar uma aluna porque ela mostra a verdadeira realidade da escola, é demais!!!

O que esperar de professores que se preocupam mais com seus “egos” do que com a educação e a precariedade do ensino? Nada!!!

Se meu filho(a) estudasse nesta escola, com toda certeza, em solidariedade a Isabela pediria para meu filho(a) tirar quantas fotos conseguisse para eu divulgar nos quatro cantos…

Tomará que apareçam outras crianças, adolescentes e adultos corajosos para denunciar tudo que verem de errado por ai, afinal é nosso dinheiro que está em jogo + os impostos que pagamos.

Fonte: Folha