Olá,

O número de idosos com mais de 100 anos superou pela primeira vez na história do Japão o recorde de 50 mil cidadãos, segundo uma estimativa apresentada nesta sexta-feira pelo Ministério da Saúde do país.

O estudo, que o Ministério elabora anualmente desde 1963, aponta que no Japão há na atualidade 51.376 centenários, 3.620 a mais que no ano anterior, no que representa o 42º ano consecutivo de aumento.

De novo as mulheres lideram, com 87,3% do total, o número de centenárias com um total de 44.842, o que representa 3.248 a mais que em 2011.

No entanto, o cidadão mais velho do país é um homem, Jiroemon Kimura, que com seus 115 anos vive na província de Kioto e cuja longevidade aparece no Livro Guinness dos Recordes.

Por sua parte, Koto Okubo, nascida em 1897, ostenta o título de mulher mais idosa do Japão com 114 anos.

O Ministério publicou o estudo a poucos dias que se celebre, na próxima segunda-feira, a festividade do Dia do Respeito aos Idosos, em meio à inquietação pelo acelerado envelhecimento da sociedade japonesa, que atualmente conta com mais de 24% de sua população com 65 anos ou mais.

O total da população japonesa soma 127,4 milhões de habitantes, dos quais 30,8 milhões são maiores de 65 e apenas 16,8 milhões têm 14 anos ou menos.

Segundo as previsões do Instituto de População e Seguridade Social, para o ano 2060 o Japão poderia ter 40% de seus cidadãos acima dos 65 anos.

Em 1963, quando começou a apuração, foram registrados apenas 153 centenários e levou 35 anos alcançar os 10 mil de 1998, enquanto nos anos seguintes o índice experimentou um crescimento exponencial até chegar a 20 mil em 2003 e cerca de 40 mil em 2009.

Isto mostra como as pessoas passaram a cuidar melhor de sua saúde, com isto se ganha mais tempo de vida…

Eu vou continuar comendo peixe cru… Rs

Fonte: EFE e Yahoo